Ernest Hemingway: «Um homem pode ser destruído mas não vencido.»

domingo, 30 de agosto de 2015

O facebook também tem massa crítica...

António Boronha, no facebook.
No "tempo da outra senhora" resolviam-se os problemas eleitorais fazendo apelo "à chapelada", mobilizando para o efeito legionários, pides, padres e polícias. 
Porque, se não, era o caos..., vinham aí os "comunistas" comer criancinhas ao pequeno-almoço. 
Hoje faz-se apelo "à carneirada". Cavaco, sempre, Marques Mendes, hoje mais uma vez, Marcelo, amanhã, todos clamam por uma votação massiva no "centrão"
Um "centrão" que na cabeça destas figurinhas rima com..."coligação", note-se. [Um "centrão", recorde-se, que tem desgovernado este país nos últimos quarenta anos colocando-o na cauda do desenvolvimento e no topo da pobreza, que tem como figuras emblemáticas gente "impoluta" como: Dias Loureiro, José Sócrates, Armando Vara, Duarte Lima, mais umas dezenas de outros de igual calibre.] Porque, se não, dizem eles, será o caos..., agora com os "syrizas", a "troika", os "mercados", quiçá, mais adiante, com o "ébola", os soldados islâmicos e dezenas de refugiados do Magrebe a darem à costa na Praia da Rocha. 
Com o terror que têm vindo a disseminar junto dos velhos - com pensões de miséria constantemente ameaçadas de novos cortes - e dos jovens - propondo-lhes como futuro a emigração ou um estágio de 9 meses antes do desemprego de longa duração - esta gente ainda tem a lata de chamar terroristas a quem?..

Sem comentários: