.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

segunda-feira, 30 de abril de 2012

Um pouco de História...

A 16 de Março de 1974 dá-se um levantamento militar que partiu das Caldas da Rainha,  que abortou... 
A 1 de Abril de 1974, O Prof. Marcelo Caetano assistiu, em Alvalade, ao jogo Sporting - Benfica. 
No seu livro Depoimento, publicado em 1978, afirma a propósito: «Quando o alto-falante anunciou que eu me achava no camarote principal, a assistência, calculada em 80.000 espectadores, como movida por uma mola, consagrou-me demorada ovação ( ... ) e as informações que chegavam ao Governo também garantiam sossego geral e apoio ao regime»...
Ele, que já tinha pedido, a exoneração do cargo, alegando razões de saúde, fica emocionado. 
A 25 de Abril de 1974, o Regimento de Santarém, comandado por Salgueiro Maia, avança sobre Lisboa, Marcelo Caetano é informado sobre o que está a acontecer, não tem coragem de o impedir. Pensou que assim seria mais fácil resolver o problema do Ultramar e fazer reformas urgentes com a anuência de diferentes partidos políticos tendo como padrão uma democracia de tipo ocidental. Julga poder continuar no país. Spínola pede-lhe que siga para a Madeira com o Presidente Américo Thomás. Este acusa-o de não ter querido evitar o que aconteceu. Cortam relações. 
Morreu no Rio de Janeiro, amargurado e revoltado com a cegueira e a ingratidão dos homens.

Sem comentários: