.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

quarta-feira, 11 de abril de 2007

Um enigma...Por onde andava o tó (da lota) na Quinta-feira passada, dia 5?..


É que, quando ele surge na ribalta deste blog, com o seu talento inegável, a sua cultura também por demais evidente, a sua graça, o seu desrespeito por convenções, o seu atrevimento, o seu chiste e a sua imaginação delirante, depressa avassala a atenção dos frequentadores deste espaço, atingindo os topes de audiência, pulverizando os adversários.

Fica a pergunta de novo: tó (da lota), por onde andaste no dia em que foi publicado ESTE POST?

A tua ausência foi notada...Oh se foi!...

3 comentários:

Anónimo disse...

Então senhor Agostinho, esqueceu-se de comentar.
O que se passou?

Anónimo disse...

O Mestre da guitarra de COIMBRA!!!! mais nada!!!!!

Anónimo disse...

Ora aqui está uma bela pergunta.
Por onde andava ou andaria o vosso humilde abanador.
Abanador, pois claro, não pelas orelhas mas pela hercúlea tarefa de abanar o marasmo desta terra, puxando pelo pessoal, tentando que se quotizem transformando o que gastam em minis e bagaços, em receitas (monetárias, não é das outras) para o Cova-Gala poder fazer estágios em locais onde se possa aprender, treinar alguma coisa e sobretudo afastar-se dos adeptos. Há treinadores de bancada que chegue para o país todo. Com a agravante de não verem um boi de bola!
É curioso o facto de termos um Clube Desportivo em que a maioria dos associados é mais para deitar abaixo do que para ajudar. Devem ser coisas aprendidas na tv, naqueles colóquios carregados de benfiquistas disfarçados de bem-intencionados. Como sabem, de boas intenções está o inferno cheio e dessas sobejam por aqui. Só fazem mal.

Não comentei naquele dia porque havia um comentário a recomendar silêncio, que era de ouro. Mas não foi bem por isso que não marquei presença. Fui passar a Páscoa a casa da minha irmã e levei os velhotes. Mas não vejo admiração por isso, porque também não comentei uma série de posts consecutivos. Não deu mesmo e escusa de estar a pensar em coisas que não deve. Já tinha deixado aqui expresso que não gosto de políticos. De nenhuns, não voto e não estou para me incomodar a arranjar tachos para ninguém. Houve vezes em que votei, depois passei a votar em branco, agora já nem isso faço.
E porque há um anónimo que gosta ouvir a cacofonia que aqui é oferecida aos visitantes, faz-me lembrar os acordes que certo musico local arranca das suas guitarras. Antes era uma fulana a esganiçar-se toda, agora isto.
O que vale é que há um botãozito para desligar, senão...