Ernest Hemingway: «Um homem pode ser destruído mas não vencido.»

domingo, 20 de setembro de 2020

Portugal, de novo, em estado de contingência. Figueira, continua em estado de incompetência...

 Via Diário as Beiras

Perante o que pode ser lido na entrevista, alguém pode afirmar que a Câmara Municipal da Figueira da Foz tem feito um esforço contínuo e continuado  no desenvolvimento da vertente social do município?
As medidas de apoio social, têm  medidas destinadas especificamente a idosos, jovens e crianças?
Pelo que foi dito na entrevista, as medidas levadas a cabo e que abrangeram um número residual de carenciados, foram acções pensadas com o propósito de melhorar a qualidade de vida dos munícipes, em áreas como a saúde, educação, habitação, violência doméstica e intervenção familiar?
O Município tem alguma medida que preveja o apoio no transporte ambulatório de doentes; a atribuição de bolsas de estudos;  fundo de emergência social;  ajuda no pagamento de rendas de habitação?
O Município tem um Gabinete de apoio jurídico à família, para quem procure o esclarecimento e encaminhamento das famílias no que a questões de sobre-endividamento diz respeito, nomeadamente por atraso nas prestações do pagamento do empréstimo das prestações por pagamento aos bancos da habitação própria?
Num contexto para a saúde pública de grandes dificuldades, com um impacto social na comunidade figueirense, a Câmara Municipal da Figueira ad Foz, a pensar nas famílias mais vulneráveis, delineou ou pensa implementar um conjunto de Medidas de Emergência Social, como, por exemplo, um Fundo de Emergência Social, Água e Saneamento e Apoio ao Arrendamento Urbano para Fins Habitacionais? Há algum acesso a banho e mudas de roupa para as pessoas que se encontram em situação de sem abrigo?
Tudo isto seriam medidas que iriam ao encontro e seriam uma resposta, concreta, eficiente e rápida ás exigências e necessidades dos cidadãos.
O Apoio Social deveria ser uma aposta da autarquia figueirense. Pensar e fazer para proteger os cidadãos, deveria ser o objetivo de uma governação autárquica, sempre, mas, em especial no tempo difícil que estamos a atravessar...

Sem comentários: