Ernest Hemingway: «Um homem pode ser destruído mas não vencido.»

terça-feira, 29 de setembro de 2020

NOTA DA COMISSÃO CONCELHIA DA FIGUEIRA DA FOZ SOBRE A SITUAÇÃO POLÍTICA EM QUIAIOS

 1. A confirmação da pena atribuída pelo Tribunal Judicial de Coimbra aos autarcas da Junta de Freguesia de Quiaios, Fernanda Lorigo e Carlos Patrão, não é coisa de somenos tanto mais que  não é somente apenas a perda do mandato, pois à mesma estão associadas penas de prisão consideráveis, embora suspensas e a devolução ao Estado de cerca de 8 mil euros.

2. A manutenção por parte do PS, quer a nível local, quer Concelhio, mesmo após a decisão do Tribunal, de total confiança e solidariedade para com as pessoas em causa, não deixa de ser sinal inquietante, num país onde a fraude e a utilização de bens públicos em beneficio próprio ou de grupo é quase um “ direito adquirido” por vários detentores de poder corrompendo assim aquilo que deve ser o exercício dos cargos públicos, onde as pessoas devem servir e não servir-se.

3. Assim, considera a Comissão Concelhia da Fig Foz do PCP, que aqueles que agora querem ocupar os lugares e que sempre se mantiveram solidários com os réus agora finalmente condenados, não reúnem as condições políticas e morais para continuarem, como se nada tivesse acontecido, à frente da autarquia de Quiaios, aliás como o demonstrou a sensata demissão da Tesoureira da Junta de Freguesia.

A preocupação do Sr Ricardo Santos acerca das possíveis duas eleições seguidas(?) não é mais do que “torcer” uma vez mais a situação de forma a facilitar-lhe a sua indisfarçável apetência de poder.

Figueira da Foz, 28 de Setembro de 2020

Sem comentários: