Ernest Hemingway: «Um homem pode ser destruído mas não vencido.»

quarta-feira, 16 de setembro de 2020

Paço de Maiorca: neste momento o que está em causa?

A meu ver, salvo melhor e mais abalizada opinião, o apuramento da Verdade. 

Depois de consumidos seis milhões de euros o edifício está “ao abandono”.

O Paço de Maiorca, é um assunto incómodo. Para o PSD e para o PS. Mas, sobretudo, para os contribuintes figueirenses.

Porque não se faz a auditoria para apurar a Verdade, de preferência realizada por uma empresa sólida e reputada e à prova de qualquer influência? 


Há quase 2000 anos Pilatos questionava-se sobre o que era a Verdade.

Hoje, nesta Figueira à beira mar plantada, o apuramento da Verdade é, na prática, o que menos interessa. A mentira banalizou-se. Será que os figueirenses gostam de ser enganados?  

Vindo de políticos e dirigentes de futebol já nada me surpreende. Não apresentam resultados, mas ganham eleições. Contudo, ninguém acredita, nem espera, que nos digam Verdade.

Falar Verdade é a excepção, não a regra, porque os fins justificam os meios. 

E o meio é ganhar a todo o custo.

Nós próprios, enquanto conjunto que podia decidir, há muito que não nos interessamos pelo apuramento da Verdade. 

Esse, é o maior problema.

Sem comentários: