.

"Como todos sabem, há diversas modalidades de Estado. Os estados socialistas, os estados capitalistas e o estado a que chegámos" na Figueira.

segunda-feira, 15 de maio de 2017

Humoristas o quê, mermão?..

MOMENTO É PRIMO DO PORKITO DA VARINA DA TICHA DAS CALDEIRADAS DA NOITE DOS ESQUELETOS DA BANDEIRA DO MERCADO DAS ABADIAS NO ABRIGO DO ESCRITÓRIO: 
"Caríssimos figueirenses, 
Se somos todos primos, digam às tias do escritório que a caldeirada está a aquecer.
Acho mesmo que os fulanos que governam esta cidade estão com o período. :) 
Talvez seja um concurso do Plano Nacional de Leitura dinamizado pelo gabinete do primo vereador da cultura ..."
Via Isabel Maria Coimbra

Nota de rodapé.
Esta Figueira não pára de me surpreender!..
Perante isto a minha lógica - a arte de pensar e raciocinar que julgava possuir... - bloqueou e não funciona.
Valeu-me, como terapia, a habitual ida até ao Cabedelo, apesar de hoje, haver algo de diferente. 
A "minha", esplanada, a melhor esplanada debruçada sobre o mar que existe na Figueira, estava encerrada para obras. 
A alternativa, foi sentar-me numa pedra frente ao mar.
A serenidade era total neste fim de tarde. 
Como explicar?.. Era assim como uma amabilidade entre o que via e o que sentia ao ver! 
Atirei os olhos para a linha do horizonte. 
É aí que quero chegar, já que é lá que existe um novo horizonte...
Estava-se bem no Cabedelo. 
Estava sózinho. Contudo, não sentia de todo qualquer tipo de solidão. 
Reparava no leve ondular do mar - havia uma brisa ligeira - e na meia dúzia de surfistas que por lá andava...
E querem saber o resto? Estava-se bem no Cabedelo.
É um privilégio... Eu sei! 
Vou continuar a refugiar-me na Aldeia. 
A Figueira parece um manicómio a céu aberto.

Sem comentários: