.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

sábado, 20 de maio de 2017

A especialidade do senhor presidente Ataíde é o achismo?..

Jornal AS Beiras. Edição de 20 de Maio de 2017
Traçar objectivos e lutar para os alcançar significa determinação. 
Demonstra que sabemos o que queremos.
Todos temos consciência que as decisões têm consequências… 
Contudo, nem todos sabemos que a falta de decisões também tem consequências, quantas vezes  ainda mais graves. 
Normalmente, o silêncio e a falta de iniciativa, acabam por desapontar alguém que confiava na nossa determinação.
Viver é isto. Saber lidar com as ilusões. E, também, ainda de forma mais convincente, com as desilusões.

É penoso, porque difícil em termos criativos, assumir uma postura crítica. 
Gosto muito de estudar, para estar bem informado, mas é muito duro. 
Tira anos de vida, ler sobre os assuntos, estar bem documentado, reflectir sobre eles e, depois, escrever sobre eles.
Mas se não fosse assim, duro, custoso e difícil, era para os outros. 
Por isso mesmo,  os elogios, o reconhecimento póstumo, o mito da erecção perene, a ilusória intemporalidade,  não é para quem quer: é para quem pode.
Porém, perante pessoas espectaculares, como o presidente Ataíde, não há nada a fazer, não temos a mínima hipótese, só nos resta a resignação face a tanto conhecimento sobre o mar, a par com tanta inteligência, cultura e perspicácia, sobre tudo e mais alguma coisa!
No fundo, não andamos cá a fazer nada...
Contudo, a luta por aqui pelo Cabedelo vai continuar...

Creio que em mais de 11 anos de confecção deste espaço, nunca ofendi ninguém devido à sua ideologia, ou falta dela, convicções políticas religiosas, ou falta delas,  conhecimento, ou falta dele, etc.
Mas há sempre uma primeira vez para tudo!
Quem serão os atrasados mentais, inconscientes, que vão contribuir com o seu voto para eleger, de novo, pela terceira vez consecutiva, um presidente destes?
“Não acompanhamos a pretensão do SOS Cabedelo, porque achamos que não tem sustentabilidade”, declarou ontem em plena reunião de câmara, João Ataíde, presidente do executivo da Figueira da Foz, de maioria absoluta  socialista. 
Há coisas que não compreendo. 

"Achar", é um direito que toda a gente tem numa sociedade livre.
Contudo,  um presidente de câmara que toma decisões baseadas no "achismo", é um presidente de câmara diferente daquele que toma as decisões basedas na  opinião fundamentada em factos e estruturada na verdade. 
As decisões de um presidente de câmara tem de ter por base a coerência e argumentos válidos e suficientes. 
Que o mesmo é escrever: no estudo que permita obter o necessário conhecimento.

Sem comentários: