.

"Como todos sabem, há diversas modalidades de Estado. Os estados socialistas, os estados capitalistas e o estado a que chegámos" na Figueira.

sábado, 29 de outubro de 2016

O estado da minha cultura...

Caso de sucesso em Portugal, onde esgota sempre as salas por onde passa, a Glenn Miller Orchestra, dirigida pelo Maestro Ray McVay, regressa ao nosso país e vai estar esta noite no CAE.
A Glenn Miller Orchestra continua a encantar nos seus espetáculos com a interpretação de grandes sucessos como “Moonlight Serenade”, “In The Mood”, “Tuxedo Junction” ou “Chattanooga Choo Choo”.
Ray McVay dirige cerca de 20 talentosos músicos e cantores nesta big band que, em duas horas de espectáculo, como num estalar de dedos, nos faz recuar até aos anos trinta.

Só que: 
Espectáculo com a Glenn Miller Orchestra
Sábado | 29 de outubro | 21h30 | Entrada: 25,00 e 30,00 euros.
Confesso que tenho um fraquinho por eles, sou um admirador furioso deste tipo de música.
Cheguei a estar perto do CAE.
25 ou 30 euros, por um espectáculo desta categoria no CAE, talvez até nem seja caro. Sobretudo, por se tratar de um bom espectáculo, não é caro. 

Mas, pensei: este mês já tive de pagar quase 300 euros de uma despesa extraordinária, mais água, mais luz, mais gás, mais telemóvel, mais internt, mais combustível para o carro, mais a comida e um ou outro banho, só de vez em quando. 
E voltei a pensar. A Glenn Miller Orchestra  ou 300 euros de uma despesa extraordinária, mais água, mais luz, mais gás, mais telemóvel, mais internt, mais combustível para o carro, mais a comida e um ou outro banho, só de vez em quando.
E pensei de novo: a Glenn Miller Orchestra  ou 300 euros de uma despesa extraordinária, mais água, mais luz, mais gás, mais telemóvel, mais internt, mais combustível para o carro, mais a comida e um ou outro banho, só de vez em quando.
Em nome da cultura falida, nesta cidade e neste Portugal, a despesa extraordinária, mais água, mais luz, mais gás, mais telemóvel, mais internt, mais combustível para o carro, mais a comida e um ou outro banho, só de vez em quando, venceu...
E só eu sei porque fiquei em casa!

1 comentário:

Anónimo disse...

Esta gente pensa que comemos gelados com a testa.