sexta-feira, 29 de agosto de 2008

aF28


2 comentários:

Simon disse...

Acaso o João César Monteiro,não estivesse já todo cremadinho,era cromo para realizar a vida e obra desta artista.

Anónimo disse...

Também acho... mas como aquele filme do César Monteiro com 17 minutos de ecran todo negro!!!!