segunda-feira, 21 de julho de 2008

Joaquim Namorado homenageado na Gala

Esta foto tem 25 anos: estou eu, o dr. Joaquim Namorado,
o Pedro Biscaia, o Alexandre Campos e a minha filha Joana

A Legenda, da autoria do próprio Poeta da Incomidaidade, poderia ser esta:
"Façam ruínas
do que me afirmo,
espalhem ao vento as cinzas
do que sou:
na parcela mais remota do que fui
estou."

A Fundação Bissaya Barreto, que está a comemorar 50 anos de actividade, quis assinalar na Figueira Foz a efeméride com uma realização marcante tendo homenageado o poeta e escritor Joaquim Namorado, atribuindo o seu nome à Biblioteca do Centro Geriátrico Luís Viegas do Nascimento, na Gala.
"Para o efeito promoveu um almoço de convívio com a actuação do Grupo Coral “Encantos”, com música tradicional portuguesa, a que se seguiu a apresentação do tríptico “Vidas”, da responsabilidade dos artistas da Magenta."
A Fundação Bissaya Barreto escolheu Joaquim Namorado para patrono do espaço, pela sua participação cívica e intelectual na sociedade em que se inseriu.

ADENDA: sobre este assunto leia mais no aldeia olímpica, clicando aqui.

1 comentário:

pb disse...

Sendo uma distinção que honra os promotores será, contudo, de associação inapropriada o nome do poeta militante com um centro geriátrico... Serei demasiado crítico?