terça-feira, 11 de setembro de 2007

“Oficialmente, Dalai Lama não é recebido por responsáveis do Governo português...”.

“É claro que Portugal não recebe o Dalai Lama.
Escrevo Portugal, porque o governo português é, para todos os efeitos, a representação política do povo português.
Portanto, Portugal não recebe o Dalai Lama, apenas uns quantos devotos o fazem.
De estranhar?
Não, quando o Ministro português dos negócios estrangeiros faz uma viagem à China e explica ao governo chinês que Portugal é um óptimo local para investir já que os nossos trabalhadores são extremamente mal pagos.


Mas, não esqueçamos do que é que se está a falar quando se fala de política e de partidos.
“Para dar uma ajudinha e sobretudo tranquilizar outros governantes receosos pelos seus negócios da China, aqui deixo um link da lista dos representantes oficiais de vários países com que o Dalai Lama se encontrou nos últimos anos, incluindo Primeiros-Ministros no exercício de presidências europeias. E não consta que do PM belga ao austríaco, do norueguês ao australiano, algum tenha sido comido por Pequim ao pequeno-almoço; pelo contrário, qualquer dos seus países tem (porque soube construir) muito mais visíveis e rentáveis relações económicas com a China do que Portugal..”

5 comentários:

Anónimo disse...

Não li os "azuis", porque me chegou o post, só por si.
Gostei, congratulo-me e agradeço.
Isto é bom trabalho.

Anónimo disse...

A POSIÇÃO DO GOVERNO PORTUGUÊS EM RELAÇÃO À CHINA É... DE CÓCORAS.

Anónimo disse...

É tradicional nos xuxas. Adoram andar de cócoras, a posição preferida deles.

Anónimo disse...

o PCP também não quer nada com o Dalai Lama....
são os tiques que ficaram, há povos oprimidos e oprimidos, depende também do nome do opressor !

Rouxinol disse...

Aprender mais qualquer coisa sobre o Dalai-Lama