quarta-feira, 26 de setembro de 2007

O Sagres, a cidade e a serra

Esta foto de João Pita, mostra o Sagres a preparar-se para sair a barra da Figueira.

(O navio Escola Sagres foi construído em 1937/38 nos estaleiros de Blohm & Voss de Hamburgo, tendo recebido o nome "Albert Leo Schlageter". É o terceiro de uma série de 4 navios que incluía o "Horst Vessel" (actual "Eagle" da Guarda Costeira dos E.U.A.), o "Gorch Foch" (actual "Tovaritch" da Armada da Ucrania) e o "Mircea" que foi propositadamente construído para a Armada Romena.
Durante a 2ª Grande Guerra, o navio embateu numa mina quando efectuava uma missão de transporte de tropas do Báltico, tendo recolhido aos estaleiros do porto de Bremerhaven onde foi capturado pelas forças americanas, em 1945. Em 1948, o navio foi cedido pelos E.U.A. ao Brasil tendo sido incorporado na respectiva Armada com o nome "Guanabara".
Em 1962, Portugal adquire-o ao Brasil para dar continuidade às missões que de há muito vinham sendo desempenhadas por um veleiro chamado "Sagres", nome que viria a ser atribuído posteriormente. O actual navio-escola "Sagres" arma em barca e é mundialmente conhecido pelas famosas cruzes de Cristo vermelhas que traz desenhadas nas velas redondas. As qualidades náuticas são extraordinárias e a comprová-las está o facto da República Federal Alemã ter construído, 20 anos mais tarde, o seu navio-escola "Gorch Foch" segundo os mesmos planos.
Para além das suas missões de representação, a missão fundamental do navio- escola "Sagres" tem consistido em possibilitar um amplo e profundo contacto com a vida do mar às sucessivas gerações de oficiais da Armada, através das viagens de instrução nele efectuadas. O navio-escola "Sagres" já visitou inúmeros portos em todo o Globo salientando-se as duas viagens de circum-navegação efectuadas: a primeira em 1978/79 e a segunda em 1983/83. )

5 comentários:

Anónimo disse...

Não é "o Sagres".
É a Sagres

António Agostinho disse...

No presente texto, estamos a referir-nos ao NAVIO-ESCOLA SAGRES e não à CERVEJA SAGRES, portanto, meu caro anónimo é O SAGRES.

Anónimo disse...

Não senhor. Não confunda nem seja inconveniente. A Sagres é a barca da Marinha Portuguesa. Funciona como navio escola.
A cerveja, não é para aqui chamada.

"""Por vezes a N.E. Sagres é erradamente apelidada de Sagres II, pois este é o terceiro navio-escola com o mesmo nome. Na realidade o primeiro foi uma corveta em madeira, construída em 1858 em Inglaterra, que armava em galera. Fundeada no rio Douro serviu como navio-escola, para alunos marinheiros, entre 1882 e 1898."""
"""Em 2000 a N.E. Sagres participou nas comemorações do V Centenário..."""

Do site da Marinha:

"""A "Sagres" é uma barca com gáveas partidas e mezena partida. O casco é de aço, sendo as chapas (10 mm) curvadas e soldadas nalguns pontos..."""

http://www.marinha.pt/sagres/index.html

Cumprimentos.

António Agostinho disse...

Mantenho a minha.
Este é o Navio-Escola Sagres, como o post explica. Espero não ser inconveniente. Cumprimentos retribuídos.

Anónimo disse...

Pode manter a sua. Está no seu direito de continuar errado.
Já agora, porque será que os nossos vizinhos se referem ao Mar no feminino? La Mar.