sexta-feira, 26 de maio de 2017

Praia da Nazaré com vigilância todo o ano

"A Praia da Nazaré conta desde o passado dia 15 com um posto de vigilância da autarquia, que irá assegura o seu funcionamento até 15 de outubro, ao mesmo tempo que prepara o alargamento da vigilância aos doze meses do ano."

Comunicado da Comissão Política de Secção do PSD/Figueira da Foz em resposta ao comunicado do PS

Desorientação gera Pânico na Concelhia do PS 
A Concelhia do PS, emitiu um comunicado, a propósito da venda do Horto ao privado F. Plaza, que confirma aos Figueirenses, que está divorciada da realidade e recorre ao embuste para encobrir a sua fragilidade e desorientação. 

O Presidente Ataíde e a concelhia do PS ( que está desorientada face à contestação interna publicamente manifestada) assumiram que querem vender o terreno do Horto Municipal a um privado, no caso, o Centro Comercial F. Plaza. 
Agora, face à generalizada contestação popular, vêm tentar sacudir responsabilidades usando a velha tática de "matar o mensageiro", já que não podem "matar" o autor, o Presidente Ataíde .
(já os ditadores romanos o faziam...). 

Se de facto querem preservar o corredor verde das Abadias , então porque  não o propuseram na alteração do PDM? 
As intervenções do Presidente Ataíde e da concelhia do PS na AM foram de defesa da venda do horto ao F. Plaza. 
As declarações em jornais do Presidente Ataíde e Vereadora foram claras quanto à intenção de atender à pretensão particular do F. Plaza para lhes vender o terreno e até anunciaram o preço.

Que a concelhia do PS está com receio da reação dos Figueirenses isso é notório. 
A concelhia do PS, MENTE quando diz que a proposta do Presidente Ataíde não altera a finalidade do terreno, ALTERA PARA USO COMERCIAL ( senão já o tinha vendido ao F. Plaza). 
A concelhia do PS MENTE, quando diz que o PSD está de acordo com o resto. 


O PSD comunicou em tempo oportuno que ia ouvir os Figueirenses, que esperava explicações do autor da proposta, o Presidente Ataíde (que se recusou a ir às freguesias explicar aos figueirenses...), para emitir a sua opinião, o que fará oportunamente!
A Concelhia PS está em PÂNICO com a reação dos Figueirenses à sua intenção de vender o Horto ao particular F. Plaza ( vamos lá saber que interesses os movem...). O PSD não confunde os socialistas e muito menos os Figueirenses com a concelhia do PS.

A questão é simples, o Presidente Ataíde quis aprovar a alteração ao PDM sorrateiramente! Assumiu publicamente a venda do Horto ao F. Plaza, os Figueirenses e muitos militantes Socialistas fizeram ouvir o seu desacordo e agora quer recuar culpando os que contestam a venda? 
Táticas antigas, da velha política , que os figueirenses em geral estão fartos. "O Rei vai nu" ... mas o Povo já reparou, só a concelhia do PS não quer ver.
O PSD voltará a apresentar a proposta de qualificar o terreno do horto como zona verde que deverá ser integrada na área do Parque de Campismo Municipal.
O PSD, a seu tempo, tornará pública a sua posição sobre esta proposta de revisão do PDM, que desde já continua a afirmar ser uma oportunidade perdida, porque sem estratégia, sem objetivos,  sem a participação dos Munícipes e das forças vivas da sociedade não é possível discutir os legítimos interesses de todos os Figueirenses.
A Comissão Politica de Secção do PSD/Figueira da Foz

Milagre?..

Foto Pedro Agostinho Cruz
Um pescador da Leirosa (Figueira da Foz), arrastado pela rede para o mar, ontem, ao largo de Pedrógão, sobreviveu vários minutos debaixo de água .  
O mestre da embarcação fala em “milagre”.
“Conseguimos resgatar logo um colega, mas o outro deixámos de vê-lo durante uns 10 minutos”, declarou ao Diário As Beiras o mestre da “Princesa de Peniche”, Tiago Pereira.
Ricardo Borges, da mesma tripulação, com curso de socorrista, foi o herói que “ressuscitou”  o pescador figueirense.
Tudo na vida tem uma explicação... O que não tem, é milagre!..

Os membros da comissão política do PS/Figueira têm de ouvir as gravações das reuniões da Câmara Municipal!..

Foz Plazza quer crescer para o horto municipal...
Foi João Ataíde que fez o preço...
Para a maioria socilalista, o relevante é a hasta pública do terreno, que poderá representar um encaixe de, no mínimo, de 1,5 milhões de euros, que, garantiu João Ataíde, "serão aplicados na várzea de Tavarede, para onde a autarquia quer transferir os serviços do horto e criar novas áreas de usufruto público"