"Transportai um punhado de terra todos os dias e fareis uma montanha." - Confúcio

segunda-feira, 7 de junho de 2021

Os silêncios e a gestão das carreiras políticas

Se houvesse uma hecatombe digital, a  foto de Clara Gil mostra a alternativa para ver, ouvir, sentir - numa palavra, viver.

Há diversos tipos de silêncios. Todos diferentes uns dos outros. 
Na vida política, a gestão dos silêncios não quer dizer, a maioria das vezes, desistência. 
Neste momento, na Figueira, a cerca de  um mês e picos da definição das listas dos actores que vão protagonizar activamente as candidaturas autárquicas (especialmente os lugares verdadeiramente aliciantes: os candidatos a vereadores...) podemos olhar para os que optam pelo silêncio de duas formas: os que se calaram por conveniência; e os que calaram por desinteresse.
Na Figueira, ter razão antes do tempo é tramado. 
Ninguém, a começar pelos políticos no poder, quer saber da razão.
A razão é insuportável para os que dispõem sempre da razão no tempo certo - o deles e da gestão das suas carreiras políticas.

Sem comentários: