.

"Como todos sabem, há diversas modalidades de Estado. Os estados socialistas, os estados capitalistas e o estado a que chegámos" na Figueira.

terça-feira, 20 de agosto de 2013

Ser um grande cronista é isto...

Conseguir escrever, dizendo tudo o que quer, em menos tempo do que precisamos para o ler...
 “... o artigo era sobre call centers, linhas de montagem de telefonistas discando que são o mesmo que Charlot aparafusando no Tempos Modernos e por ordenados equivalentes aos desses tempos antigos. Pois essa regressão desumana seria "uma oportunidade extraordinária" para a nossa economia. Uma conjunção de fatores - "competências em línguas estrangeiras, boa infraestrutura tecnológica, salários baixos e desempregados em desespero" - faria de Portugal um paraíso para as centrais de atendimento. A homens trolhas e mulheres com bigode, as duas características com que nos pintam mal, juntar-se-ia a nossa mania para iniciar qualquer conversa, assim: "Em que posso ajudá-lo?" E em várias línguas! Triste desandar de um povo que deu mundos ao mundo, ser destinado a esperar que o mundo venha ter com ele em chamadas telefónicas. No dizer de um dos entusiasmados com os call centers, a nossa estrutura tecnológia é boa e a nossa rede de fibra é a melhor do mundo. À partida isso parecia ser uma boa notícia, não é? Pois, pelos vistos, parece que vamos ter de pagar por isso... Pergunto: de que me vale telefonar a pedir socorro se é um português que me atende?”

Sem comentários: