.

"Como todos sabem, há diversas modalidades de Estado. Os estados socialistas, os estados capitalistas e o estado a que chegámos" na Figueira.

terça-feira, 26 de março de 2013

Políticos figueirenses!.. Quem não os conhecer que os compre…


Os políticos, na Figueira, em Lisboa, no Porto, em Coimbra, na Vila de S. Pedro ou na Conchichina, gostam de órgãos de informação amestrados.
Por isso mesmo, não gostam de blogues. Odeiam-nos, mesmo.
O que os políticos odeiam nos blogues, não são os disparates que às vezes publicamos…
O que eles receiam,  mesmo,  é a opinião livre, aquilo a que eles não estão nada habituados…
Aos anos, e tenho de recuar aos  idos princípios dos anos 80 do século passado (do século passado...)  – vejam lá o cota que eu sou, ainda nem havia blogues!...  – que eu sei o que a casa gasta aqui pela Figueira...
(Sabe do que eu estou a falar doutor Joaquim de Sousa – estou a referir-me ao Barca Nova -  ou quer que lhe faça um desenho?... Ironicamente, ou talvez não, Santana Lopes, muitos anos depois,  fez o mesmo ao Linha do Oeste…)
Bom adiante…
Para os políticos, liberdade é:  “os outros pensarem como eles..”
Claro que os blogues vieram atrapalhar um pouco a vida dos políticos.
Mas não só: a vida dos jornalistas, também já teve melhores dias.
O valor do silêncio está como a bolsa: em baixa.
Antes dos blogues, os jornalistas podiam calar-se.
E, o silêncio, tinha um preço.
Agora, porém, na era dos blogues, o silêncio dos jornalistas já não é tão valioso...
Temos pena…
A Figueira, com todo o respeito e compreensão que possamos  ter pela difícil vida dos jornalistas locais, é um exemplo disso - e evidente...
No jornalismo figueirense, tem de se obedecer ao politicamente correcto.
E quem mijar fora do penico tá tramado…
Contudo, eu, pessoalmente, embora nunca tivesse navegado nessas águas, na qualidade de cidadão e ex-jornalista, até compreendo:  o jornalista figueirense,  paga renda, água, luz, tem filhos, gosta de andar de carro, comer fora, etc.
Só há uma coisa que ainda me intriga: a importância que os políticos – e não só -,  aqui na Figueira, continuam a dar aos blogues…

Sem comentários: