.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

domingo, 31 de março de 2013

Em defesa da “punheta de bacalhau”…



Que ninguém ouse   pensar em certificar a “punheta de bacalhau”
Vejam  o que aconteceu em Monção:  José Emílio Moreira, presidente da Câmara  quis, à viva força, que o prato típico da terra, a “foda”, fosse certificada tal e qual é conhecido o cabrito assado no forno da terra. O processo começou há mais de dois anos e foi difícil convencer o autarca de que a lei não é suscetível a tradições e que, como tal, a "foda" teria de cair caso quisesse continuar com o processo.
Segundo o que li no JN, venceu o braço mais forte da lei!
Se  “uma foda já não pode ser uma foda”, também não podemos correr o risco de ver de transformar uma “punheta”,  numa “masturbação” de bacalhau.
Cuidado com a lei. 
Lei é lei. Pode ser idiota, mas é a lei!..

Sem comentários: