.

"Como todos sabem, há diversas modalidades de Estado. Os estados socialistas, os estados capitalistas e o estado a que chegámos" na Figueira.

quinta-feira, 21 de junho de 2012

E o novo secretário geral da UGT vai ser Carlos Silva, presidente da UGT/COIMBRA e membro do Sindicato dos Bancários do Centro

Não foi ainda eleito mas é como se fosse, pois é candidato único.
E esta escolha para a liderança da UGT  parece ser de tal forma natural, simples e unânime entre as “diversas” correntes dentro da UGT, que até chega a ser comovente.
Pelo menos,  é o que se depreende da entrevista que no dia 17 do passado mês de Maio Carlos Silva concedeu ao diário As Beiras, que pode ser lida clicando aqui.
O mais interessante ficou guardado para o fim da citada entrevista dada a Paulo Marques.
“Antes de formalizar a candidatura” – não fosse não obter a autorização devida ou ser despedido por “justa causa”… – teve o aval da sua entidade patronal e ao mais alto nível, a quem, gentilmente, pelos vistos, foi dar prévias e “transparentes” satisfações.
E sabem quem é o patrão de Carlos Silva?..
Nada mais, nada menos, que o patrão do Banco Espírito Santo, o dr. Ricardo Salgado, um dos Donos de Portugal, que certamente lhe passou a mão pelo pêlo e lhe “desejou sorte”, considerando ainda a sua candidatura como um “factor de prestígio para o BES”.
Não foi lindo!... Isto, sim, é que é sindicalismo de classe,  democrático, responsável e civilizado!..

Sem comentários: