Ernest Hemingway: «Um homem pode ser destruído mas não vencido.»

sábado, 14 de maio de 2011

Pedro e a avó …

Eu: Vó vamos tirar uma fotografia.
Ela: Oh!.. Já não gosto de fotografias.
Eu: Vá lá um sorriso “mulher”…
Ela: Já te disse não quero fotografias, nem gosto de rir.
O mundo parou por momentos. Fiquei mais do que triste. Nunca me tinha negado uma fotografia, e aquele “nem gosto de rir” tinha dado cabo de mim...
Eu: Vá é agora psiu!..
Saca-me deste sorriso e de um par de fixes como nunca tinha visto. Se não bastasse diz-me qualquer coisa do género: “Ah menino a tua exposição é amanhã não é?.. Só tu para me fazeres ir para aqueles lados da Figueira…”
Depois de largos meses de luta a “Mulher da casa” irá voltar a sair. É um sair diferente, um sair que a orgulha certamente, e a mim enche-me o peito de felicidade.
A Beatriz, ontem, foi a primeira a conseguir essa proeza. A dona Dorati foi assistir, no CAE, pelas 21.30, à Gala de Solidariedade a reverter para o Centro Social da Cova e Gala que a neta mais nova organizou no projecto escolar - Área de Projecto. Parabéns Tiz!.
Vó a exposição também é sua. Você uma MULHER DO MAR, porra!..


Notas:
1ª. - Sacado à página do Pedro no facebook.
2ª. -  Eu, é o Pedro.  Ela, é a avó.

Sem comentários: