.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

A falar claro é que a gente se entende...

"Empresas não são pais de ninguém para ter de pagar indemnização", disse à Lusa,  o empresário Nuno Ribeiro.
Sim senhor, haja alguém que diga publicamente o que satisfaria, em plenitude, os empresários portugueses.
Já agora vou dar uma modesta achega: para além do que referiu o empresário Nuno Ribeiro,  gostaria de acrescentar que as empresas não sendo pais e, muito menos mães, de ninguém e tendo como objectivo o lucro e a sustentabilidade, este mesmo senhor e toda a classe empresarial, para lá dos subsídios a fundo perdido que mamam ao estado, isto é, a todos nós, devia cobrar aos trabalhadores  para poderem trabalhar nas suas empresas, tamanha é a honra e  o superior privilégio de trabalhar para tão magnânimo tecido empresarial!.. Tanto mais,  que há sempre um risco, calculado é certo!..
Todavia,  contratar pessoal, apesar de  ser um risco calculado,  pode eventualmente  trazer prejuizo, mas pode igualmente ser muito lucrativo. E,  nesta segunda hipótese,  os funcionários  beneficiariam algo?.. Ou continuariam  a levar a mesma vida miserável que sempre tiveram?..

3 comentários:

O costas direitas disse...

É que alguns, nem o mínimo merecem!

Anónimo disse...

Este costas direitas deve ter a espinha torta... ou quebrada...

Manel Piriquito

Guimaraes disse...

Concordo plenamente que devam pagar para ter a honra de trabalhar para tão elevada gente. Então que havia de pagar os custos da electricidade, da água e do papel higiénico que o trabalhador consome?