Ernest Hemingway: «Um homem pode ser destruído mas não vencido.»

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Esperem para ver..

esta rede está como Portugal
Em São Pedro não se passa nada...
Na Figueira nada se passa...
Não me apetece escrever sobre Carlos Castro e Renato Seabra...
Nos últimos dias actualizar o blogue tem sido difícil!..
Acreditem que não é por falta de motivação ou de vontade...
Portugal está um chiqueiro imenso e não me apetece nada chafurdar na merda.
Ah, existe a campanha para as presidenciais, rumo a uma abstenção com maioria absoluta!..
Olhando para trás, recuando quase 37 anos, lembro-me do dia 25 de Abril de 1974.
Recordo os Capitães de Abril. Um a um, estão a desaparecer, ainda um dia destes morreu Vítor Alves.
Eles, na altura, fizeram o que tinha de ser feito.
O pior veio depois...
Contudo, o pior ainda está para vir.
O que se vai seguir ao melhor, mais eficiente e mais duradouro  líder e primeiro-ministro do PSD, eng. José Sócrates, vai ser de fazer chorar as pedras da calçada.
Esperem um pouco e já vão ver os capítulos seguintes nos próximos episódios!..
Ah, antes que me esqueça, vou terminar o texto de hoje dizendo algo sobre o próximo episódio.
Nas presidenciais de 23 de Janeiro próximo, realisticamente falando,  o que se vai decidir  resume-se a muito pouco: eleger  um presidente que consiga navegar entre o BE e o PS ou um presidente que prefira sulcar as águas entre o PS e o PSD.
Dos dois, venha o diabo e escolha!..

Sem comentários: