.

"Como todos sabem, há diversas modalidades de Estado. Os estados socialistas, os estados capitalistas e o estado a que chegámos" na Figueira.

terça-feira, 7 de novembro de 2006

Paulo Pereira Coelho contra urbanização na Alberto Gaspar





O vereador Paulo Pereira Coelho é contra a urbanização dos terrenos da Alberto Gaspar. Mas, se tiver de ser feita, “que seja a autarquia a ganhar dinheiro a favor dos munícipes”.

Na reunião de câmara de ontem, o vereador da maioria Paulo Pereira Coelho mostrou-se contra a alteração do Plano de Urbanização (PU) nos terrenos da Alberto Gaspar, em S. Pedro. No essencial, o PS defendeu a mesma posição. Lembre-se que há dois anos os cerca de 70 trabalhadores rescindiram contrato com a empresa alegando salários em atraso.A administração da empresa sustenta que o dinheiro (perto de seis milhões de euros) da alienação dos terrenos a um grupo espanhol, que pretende construir cerca de mil fogos em altura, é para pagar aos credores, incluindo os antigos trabalhadores. Mas o vereador do PSD sublinhou que “a câmara não teve culpa” que a Alberto Gaspar tivesse chegado à situação em que se encontra.“Se os terrenos (de 12 mil metros quadrados) estão na massa falida, a câmara que vá lá e que os valorize, que os venda e que ganhe dinheiro com eles a favor dos munícipes”, sugeriu Pereira Coelho. Isto se Duarte Silva mantiver a decisão de avançar com a alteração ao PU, porque Pereira Coelho deixou claro que está contra a transformação de terrenos industriais numa área de “especulação imobiliária”.

“Um assunto delicado”

Duarte Silva, por seu turno, lembrou que aquela solução já vem do executivo municipal de Santana Lopes. E reconheceu estar perante “um assunto delicado”. O presidente da câmara sustentou que há que ter em conta as indemnizações dos trabalhadores. Todavia, Pereira Coelho defendeu que “a câmara não deve decidir sob a pressão das indemnizações”. Ao que tudo indica, o edil da Figueira vai dar luz verde à alteração do PU. E confirmou que existe um projecto com interesse imobiliário e turístico para os terrenos da Alberto Gaspar, tendo em conta a sua proximidade com a praia. No entanto, deixou a porta aberta para aceitar sugestões. Até porque, frisou, “ainda há uma série de passos a dar até à aprovação” do projecto. [in As Beiras]

5 comentários:

Anónimo disse...

“Na reunião de câmara de ontem, o vereador da maioria Paulo Pereira Coelho mostrou-se contra a alteração do Plano de Urbanização (PU) nos terrenos da Alberto Gaspar, em S. Pedro. No essencial, o PS defendeu a mesma posição.”

Tá, tudo doido, ou quê?
Mas, quem vai pagar as indemnizações aos trabalhadores?
Mas, quem vai fazer a piscina de São Pedro?
Mas, quem vai fazer o Pavilhão coberto de São Pedro?
Mas, quem vai fazer o novo campo de futebol do G. D. Cova-Gala?
Mas, quem vai fazer a pista de atletismo em tartan de São Pedro?
Mas, quem vai fazer o CAE de São Pedro?

Como se pode governar uma freguesia destas?
Digam-me, senhores vereadores que estão contra a alteração do PU?

Anónimo disse...

É mesmo. Como é que está sempre tudo do contra?
Tem de se vender os terrenos senão não há cacau para pagar a ninguém.
Ou querem que aquilo fique cheio de mato?
Vende-se, paga-se o e a quem se deve e constrói-se como deve ser.

Anónimo disse...

Posso pedir uma aeroporto e uma pista de fórmula um?

Anónimo disse...

estou pasmado...
não fazia a mínima ideia
de que havia um blog
" mais vale a covacagalatoda".
ou seja, sobre os covagalenses.
mas ainda bem... .

1o. comentário:
o LL, provàvelmente, não
bateu no puto.
provàvelmente,o puto atirou a pedra.
provàvelmente, o juíz não fêz justiça.
provàvelmente, o juiz não é do PSD.
provávelmente, o pai do puto, está (estava) à espera de mais cacau.
provàvelmente, a partir de agora os putos podem apedrejar os carros dos outros, sem ter de pagar.
provàvelmente, o pai está feito com qualquer dos muitos psicólogos que estarão à espera de sacar uns € (BASE da VIDA), por causa do trauma do puto; e da especulação do papá.

Provàvelmente, A JUSTIÇA
continua dependente da "análise" dos tais juizecos.

OU SEJA,
Deixe-se os putos estragar, partir,aleijar,destruir,
enxovalhar,
A BEM DA NAÇÃO.

Anónimo disse...

oh mateiro.
isto é ,mesmo, um pais de putos.
Sabes quanto é que o Alberto Gaspar deve aos trabalhadores?
Sobre isso ninguém pergunta nada?
Caloteiros pá!.....