.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

quarta-feira, 15 de novembro de 2006

Os verdadeiros culpados da crise




O optimismo de José Sócrates e Manuel Pinho foi chão que deu uvas.
O Banco de Portugal deu más notícias: inflação revista em alta, o crescimento revisto em baixa.
Isto, vindo do Banco de Portugal, diz tudo. Vítor Constâncio é um crâneo.


Pronto, a crise existe mesmo. Resta saber quem são, afinal, os verdadeiros culpados das dificuldades que o País atravessa.
A resposta é simples: nós, as próprias vítimas dela.
Os trabalhadores por não produzirem, os desempregados por não trabalharem, os jovens sem colocação no mercado de trabalho por consumirem, os reformados por colocarem em causa a sustentabilidade da segurança social, os doentes crónicos por consumirem muitos medicamentos, internamentos hospitalares e intervenções cirúrgicas, as grávida por terem de dar à luz em maternidades...
E, é, agora, num momento destes, que querem, ainda, que o ordenado mínimo suba aos 400 euros?!..
Não querem mesmo sair da crise, está visto...
Senhores governantes: liberalizem a eutanásia.
Mas o que é que nós queremos: entregar o governo das coisas a alguém que disso se encarregue e ficar descansados, se possível a não fazer nada e comprar tudo já feito.
Votamos (os que ainda votamos) e pronto, entregamos o governo da autarquia e do país!..
Depois, os governantes, espelho do povo, fazem o resto.
Que povo tão foleiro em que nos tornámos!..

2 comentários:

Anónimo disse...

Vendem-se passaportes para o CAZAQUISTÃO.
Fila única em guichet múltiplo! Aguarde pela sua vez...
O pá isto está a mudar! Isto vai mudar, aliás tem que haver mudanças, não é? Se não houver o que é que acontece?
-Pois, parece que está tudo parado!
Assim aumentam o salário minimo, dão o 12º ano aos analfabetos, acabam com os benefícios desses malandros dos funcionários públicos, que não fazem nada, prendem uns drogaditos, uns vendedores de droga, uns bebados a conduzir, põem tudo nos jornais e está feito. Parece que isto anda, não é? -Pois parece...bem pensado! Até estão para ai a dizer que os gajos dos bancos...eles já sabem das maroscas dos tipos...como lá na Espanha. Ouvis-te falar? -É, ouvi, isso é que era bom não querias mais nada...levas com a questão dos arredondamentos nos empréstimos para habitação que é para que na próxima aprendas a fazer contas e chega...bastou denunciar a situação e continua tudo na mesma! É como na internet pagas taxa Municipal de direitos de passagem e não bufas! Taxa de direitos de passagem? -Mas afinal o que é lá isso? Eu até peço com licença para passar...e se faz favor ..para deixar passar, e agora tenho que pagar taxa? Será que as Camâras recebem o dinheirinho das empresas? fornecedoras do serviço? -Pois, não sei nunca vi as contas! Não sei, o pessoal fiou-se na balela da Sociedade Tecnológica e temos a internet mais cara da Europa ou não ? -Pois...temos...mas o que é que a gente há-de fazer? Olha a propósito, viste o jogo? -Qual jogo? o do Cazaquistão? -Sim, esse!
-Eh pá estou a pensar em emigrar para lá, ja tenho saudades do tempo em que perdiamos os jogos todos com as potências do futebol! Ora vira o disco e toca o mesmo...Ai Portugal Portugal! Pero si muove!

Anónimo disse...

Victor Constâncio é um craneo? Pois claro que é. Ele é do mesmo partido do Manel Alegrete, que ficou em segundo nas pesidenciais. E aquilo é um partido de craneos, bolas.
esse Alegrete até votou a favor do orçamento, bolas.