sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Quando a ficção supera a realidade

Milhares de portugueses andaram a pedir facturas com o nome e o número de contribuinte do primeiro ministro. Agora, têm o resultado: vão sortear carros para quem pediu factura.
Tomás Vasques

Quando a realidade supera a ficção…

"Bispo de Beja compara "rei" do futebol a Amália e a Fátima"!..

Esta nossa barra... (VIII)

foto Pedro Agostinho Cruz
Os pescadores da pesca artesanal da Figueira da Foz foram ontem pela primeira vez ao mar em mais de um mês, mas no sábado voltam a parar devido ao esperado agravamento da agitação marítima.
Desde o início de dezembro que cerca de 30 embarcações se mantiveram sem actividade no porto de pesca da Figueira da Foz.
"O mês de dezembro foi zero. O ano passado estivemos quatro meses [no outono e inverno] sem ganhar um tostão, temos de ganhar no verão para podermos comer no inverno"disse à agência Lusa Alexandre Carvalho, armador de pesca local..
As embarcações, com nove metros de comprimento e cujo raio de alcance não ultrapassa as 10 milhas (cerca de 18,5 quilómetros), são as mais prejudicadas quando as condições de mar pioram, situação que leva, amiúde, ao encerramento da barra a embarcações com menos de 11 metros, explicou.
A situação tem levado alguns pescadores a desistirem da actividade...
"Em dois anos, já desistiram cinco ou seis. Emigraram, foram para o Luxemburgo e Suíça", afirmou também Alexandre Carvalho.

Algo de novo na Figueira...

Pela amostra, o  sucesso vai ser efémero...

Que belíssima maneira de começar um dia...

Está uma manhã maravilhosa. Calculo que devam estar uns 10 graus...
Sol  a rodos. Que belíssima  maneira de começar um dia.
E depois, boas notícias logo a abrir – geniais ("as bolsas na Europa abriram em alta", diz a locutora de serviço...)
As  desgraças são para outros lados  -  mas ainda bem que não me calhou a mim...
Neste momento, na televisão, Passos Coelho  aos que dizem que ele não tem sido um bom presidente do PSD, responde: “não se pode estar bem em tudo”.
Bom, desliguei a televisão, olhei pela minha janela e vi o que a foto mostra...
Sol a rodos. Que belíssima maneira de começar um dia.
Entretanto,  vou-me rindo da minha sorte e procurando ir dando  uma mãozinha, no que puder,  aos ainda menos afortunados.
"Ser pobre não é o que não tem... Ser pobre é o que partilha aquilo que tem".
“Somos pobres mas somos muitos”!..
Lembrei-me de Passos Coelho e do momento em que desliguei a televisão:
"Num dia somos pavões, noutros espanadores"...

Quando for grande quero ser político!..

 jota do CDS, considera que "o prolongamento até ao 12º ano do ensino obrigatório é um erro e que se devia recuar para o 9º ano de escolaridade" ...

Viva Portugal, país de elevado nível...

Passos dá garantias de que o segundo resgate é tema do passado: “não, não estamos a caminhar para o segundo resgate, não, não estamos a falhar a expectativa legitima de superar a crise”...