Sou o senhor de meu destino; Sou o capitão de minha alma.” William Ernest Henley

quinta-feira, 23 de maio de 2019

Se tudo correr bem, lá para os 120 anos vou começar a publicar poesia...

O tempo passa sem glória. 
O corpo envelhece.
A grande estrela, o sol, arrefece.
A terra aquece.
O corpo entorpece.
Quanto à memória?
Esquece...

Sem comentários: