.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

terça-feira, 28 de maio de 2019

Calma: na Figueira, a saída do marasmo está...

... para breve

1. Eu e alguns outros, que temos apontado a quem nos dirigiu na Figueira imobilismo, falta de conhecimento do concelho e de estratégia nos últimos 10 anos… tínhamos razão (está mesmo tudo por fazer, o que ficou demonstrado nas tantas promessas anunciadas… “para breve!”);
2. Os cargos de Vereador e de Vice-Presidente da Câmara da Figueira pouco ou nenhum valor político de decisão tem – se num mês se suspende obra de Regime (Anel das Artes) que já custou 45 mil euros, se reativam sonhos de amanhãs gloriosos e ainda se anuncia para meses o que não foi feito durante 10 anos, das duas uma: ou o ex-Vice-Presidente e os Vereadores andavam distraídos ou não concordavam com o seu Presidente;
3. A Figueira vai viver um prolongado período de campanha eleitoral do PS até 2021, durante o qual vai ser necessário distinguir entre atividade partidária e ação de governação do concelho, entre folclore (com todo o respeito por esta manifestação artística) e substância estratégica, entre o que é melhor para o PS e o que é melhor para a Figueira. E quando saímos do marasmo? Para breve!…

Sem comentários: