.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

quinta-feira, 18 de outubro de 2018

Vamos a isso : surpreendam...

Não há coisa mais bonita que a vida.
Basta ter a capacidade de se descobrir beleza nas pequenas coisas!
No Poeta aprecio a capacidade de nos maravilhar e de nos fazer pensar. 
Com o tema mais banal, com o facto mais comum, com a ideia mais prosaica ele consegue que sonhemos, que nos interroguemos e que consigamos manter a capacidade de espanto.
É um facto que à medida que os anos avançam, as coisa complicam-se pois perdemos capacidade de sorrir. 
A vida encarrega-se de nos retirar essa capacidade. 
Entretanto, ganhamos calma, que é a capacidade de levantar a sobrancelha em vez de alterar a voz, ao constatar que a cidade onde nasceu, onde mora e que adora, antes de ter sido arrasada pelo Leslie, já estava a ser fortemente abalada por uma gestão camarária claramente inconsequente e incompetente.
Neste momento, a maior dúvida que tenho, é se a equipa municipal tem capacidade para responder ao enorme e difícil desafio que tem pela frente.
Aquilo que mais queria era ser surpreendido.
Vamos à luta?

1 comentário:

Lérias disse...

Se mesmo em situação de "acalmia" andam aos zigue-zagues, imaginamos agora em situação de calamidade.
Em situação de "acalmia", no passado sábado, antes do temporal, ninguém do executivo marcou presença nem se fez representar num evento que estava a decorrer numa sala ao lado da que me encontrava no Restaurante o Peleiro.
Pelo que averiguei tratava-se do 31º aniversário de uma associação de árbitros de futebol cá do concelho, informaram indignadamente que apesar do convite ter ido para a CMFF e Junta Freguesia do Paião, ninguém apareceu nem enviaram mensagem .
Digo eu, é o respeito que têm pelo povo fora da época de campanha.