.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

quarta-feira, 17 de outubro de 2018

Leslie derruba Comandante dos Bombeiros Municipais da Figueira da Foz

O coordenador operacional municipal da Protecção Civil da Figueira da Foz apresentou demissão.
O Presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz, João Ataíde, aceitou o pedido de cessação da comissão de serviço do Comandante dos Bombeiros Municipais da Figueira da Foz, Nuno Osório. 

O pedido de cessação de funções surge na sequência das notícias tornadas públicas relativas aos acontecimentos da noite de 13 de outubro, com a passagem da tempestade Leslie pelo Concelho da Figueira da Foz. Este responsável operacional justifica o seu pedido com a determinação em não desgastar a Autarquia e o Município da Figueira da Foz, num momento em que a união de esforços é essencial para recuperar dos danos provocados pela intempérie, e a necessidade de poder livremente exercer o direito à defesa da honra, considerando que «nunca esteve em causa o comando e o controlo da operação» e que a sua ausência por um período de três horas, por motivos familiares e de premência de um mínimo de descanso para manutenção das condições físicas e psicológicas necessárias indispensáveis à tomada de decisões nas horas seguintes, foi devidamente preparada e acautelada.
Por decisão do Presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz, sob a sua coordenação enquanto responsável municipal da Proteção Civil e coadjuvado pelo vereador do pelouro das Florestas, Miguel Pereira, as funções de comando serão interinamente asseguradas pelo 2.º comandante, Jorge Piedade, e pelo adjunto de comando, Carlos Pinto.

Via Notícias de Coimbra

2 comentários:

João Aveiro disse...

"Eu sei que saí daqui às duas da manhã e (a tempestade Leslie) já estava em situação de acalmia, todas as situações de emergência já estavam garantidas."

João Ataíde, Jornal de Notícias, 15 Outubro 2018 às 12:00

O Comandante demitiu-se hoje por, supostamente, ter ido descansar cerca das 5 da manhã.

Na Praia da Leirosa, entre muitos outros locais do concelho, refere-se que até hoje ninguém por lá passou, apesar do cenário de destruição.

E agora repete-se....

"Eu sei que saí daqui às duas da manhã e (a tempestade Leslie) já estava em situação de acalmia, todas as situações de emergência já estavam garantidas."

João Ataíde, Jornal de Notícias, 15 Outubro 2018 às 12:00

Há sempre quem precise de descansar mais cedo. E veja acalmia onde todos vêm destruição!
Parabéns Figueira pelo teu Presidente da acalmia!

CeterisParibus disse...

Não discordando, os parabéns devem ser endereçados aos 13.000 que votaram nele e, se quisermos ser "rigorosos", aos 20 e tal mil que se estão a cagar para o voto.