.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

sexta-feira, 22 de junho de 2018

O Figbus, "mais uma medida eleitoral do PS cumprida", vai resolver alguma coisa no que à mobilidade no concelho diz respeito?..

"O Figbus - Serviço de Transporte a Pedido começa a circular no dia 2 de julho, mantendo-se nas estradas das freguesias do sul do concelho até 31 de dezembro. Este projeto-piloto poderá, no entanto, ser renovado por outros seis meses, caso o histórico da procura o justifique. 
S. Pedro e Marinha das Ondas não têm Postos de Saúde?..

Para já, fica a nota de que o miniautocarro da Rodoviária do Lis (operadora de transportes públicos regulares daquele zona do concelho), com 20 lugares, só circulará se tiver reservas, que devem ser feitas com um mínimo de duas horas de antecedência, através do número 233 433 433, cujo atendimento se faz das 09H00 às 13H00. Aquele serviço destina-se a pessoas com mobilidade reduzida e, além do referido número de lugares, está equipado para receber duas cadeiras de rodas. 
As três linhas que atravessam as freguesias de Alqueidão, Lavos, Marinha das Ondas e Paião foram criadas para transportar os residentes entre a sua localidade e os serviços de saúde - incluindo o Hospital da Figueira da Foz, em São Pedro - e estabelecimentos comerciais. Quem pretender utilizar a rede regular de transportes públicos terá ligação em Lavos e São Pedro. 
Cada viagem custa 2,5 e 3,5 euros – o preço varia de acordo com a linha utilizada. Para viagens de ida e volta, aqueles valores duplicam. Na compra de 10 viagens, os passageiros pagam 20 e 30 euros, respetivamente. No entanto, os residentes com comprovada incapacidade financeira têm direito a descontos de 50 e 75 por cento, aplicado mediante os rendimentos. Portanto, o serviço não será grátis, como inicialmente, por lapso, foi avançado. 
As carreiras têm dias e horários definidos: a Linha Verde funciona à segundafeira e quinta-feira, a Azul à terça-feira e sexta-feira e a Amarela à quarta-feira.
Norte será a seguir
O “Figbus” é assegurado pela autarquia da Figueira da Foz, tendo como impulsionador o vice-presidente, Carlos Monteiro, em parceria com a operadora de transportes públicos coletivos e as juntas de freguesias. O município comparticipa com 14 mil euros, verba que garante os descontos sociais do serviço. “Vamos ao encontro das tendências de mobilidade”, frisou o presidente da câmara, João Ataíde, ontem, na apresentação daquele “serviço social de transportes” de “baixo custo”. Que, destacou ainda, foi criado para “garantir maior mobilidade no concelho”. João Ataíde adiantou que as freguesias do norte também terão direito àquele serviço, estando em análise se será antes ou depois de terminarem as atuais concessões das redes de transportes públicos regulares naquela zona. No sul, esclareceu, foi mais fácil porque só existe um operador." 
Jot’Alves, via jornal AS BEIRAS

Nota de rodapé.
Cada viagem custa 2,5 e 3,5 euros – o preço varia de acordo com a linha utilizada. Para viagens de ida e volta, aqueles valores duplicam. Na compra de 10 viagens, os passageiros pagam 20 e 30 euros, respetivamente.
Portanto, o serviço não será grátis, como inicialmente, por lapso (de quem?), foi avançado...
Isto do princípio do utilizador pagador é  invocado, neste caso, como é invocado pelo Estado sempre que lhe convém. 
Vejamos: os transportes públicos de Lisboa e Porto dão um prejuízo anual de centenas de milhões de euros, que são pagos por todos nós...
E bem, diga-se, via Orçamento de Estado... 
Por outro lado, alguma vez viram o Senhor Presidente da Câmara, ou os Senhores Vereadores argumentarem que o figueirense, que não usufrui deles, os não devia pagar? 
Claro que não, pois isso seria politicamente incorrecto...
A opinião, independente e desalinhada, para políticos como os que temos no poder na Figueira, é sempre estranha e até desconcertante, de tanto habituados que estão ao politicamente correcto, às verdades dentro da caixa...
Porém, não é com toda a certeza isso que faz avançar a Figueira, como está provado por dezenas de anos de governação local "certinha e direitinha"!..

Sem comentários: