.

"Como todos sabem, há diversas modalidades de Estado. Os estados socialistas, os estados capitalistas e o estado a que chegámos" na Figueira.

segunda-feira, 7 de março de 2016

Miguel Almeida, o perseverante paciente...

foto sacada daqui
 Um verdadeiro santanista e santanete, não desiste...
"Santana Lopes recolocou a Figueira da Foz no mapa", continua a defender Miguel Almeida.
Mas, passados todos estes anos, o que trouxe de especial Santana para a Figueira?
Que eu tivesse dado conta, veio o pato-bravismo e a tradicional estupidez da Direita. 
Ele representa a mais estúpida da Direita portuguesa, que é populista e fútil. 
O legado que deixou na Figueira, foi só um exemplo... 
O Miguel, tal como Santana, para ele o Mestre,  aproveita todo o oxigénio que lhe resta. 
Sai do seu descanso à mínima lufada... Fica registada a valentia.
Tudo bem. Sans rancune. Cada um com a sua opinião. 
É para isso que cá andamos...

3 comentários:

Anónimo disse...

Quase ao nível Correio da Manhã ou da Manha.
Não passamos de novelas de cordel.

A Arte de Furtar disse...

A incapacidade de reflexão,no PSD,é de tal modo aguda que assusta. O esforço que precisam gastar até se fazerem entender é brutal.
Mas afinal Passos é Presente ou Passado? Mas afinal é Líder estruturado e fortemente apoiado ou passageiro?

O futuro do PSD? O que é preciso é ser desenrascado. Esperto!
Se há coisa que me assusta profundamente é a ignorância. Aqueles que dizem que ajudam, fazem, conseguem. Por via desse caminho abjecto que é sempre feito calcando sobre um terreno de gente que não sabe e não pensa para além do óbvio.
Que importa se a terra gira à volta do sol ou o sol à volta da terra. Isso são coisas que não interessam.

Importa sim aquele amigo que diz que arranja uma forma de encontrar emprego, mesmo que não seja emprego mas sim trabalho. A terra continuará a rodar sobre si mesma pois é, para muitos, o centro do universo. E nada mais...

Anónimo disse...

Também concordo que Santana Lopes tenha posto (ou reposto!?) a Figueira no mapa. Na verdade, Santana Lopes, enquanto foi presidente da Câmara da Figueira da Foz - já que passava o tempo todo em Lisboa - de vez em quando tinha de vir à nossa cidade. Ora, como não tinha a certeza onde ficava a Figueira da Foz (e até parecia mal, se não viesse à Figueira,não é ?!...) vai daí, provavelmente por ter dúvidas sobre a localização da nossa cidade, resolveu colocar a Figueira no Mapa, assim já não se enganaria no caminho (bela ideia !). Mas atenção, se cá viesse, era só para assuntos que exigiam mesmo a sua presença, e se eventualmente fosse necessário contactos com outras entidades, ó meus amigos, para isso só se pertencessem à "Família"!