.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

terça-feira, 22 de março de 2016

As minhas limitações...

Sou um indivíduo muito limitado. 
É verdade.
Querem um exemplo: nunca consegui ser cínico!
Ser cínico não é para todos...
Um cínico, a maior parte das vezes, consegue passar por entre o intervalo dos pingos sem se molhar.
Só em ocasiões muito excepcionais, alguém que consegue manter-se no meio - mas não neutral... - dá nas vistas pelas piores razões...
Com um pouco de sorte, ainda corre o risco de ser considerado o diplomata que conseguiu controlar os danos e promoveu o entendimento entre as partes!
Essas pessoas, para mim, porém, têm nomes: além de cínicos são hipócritas.

A vida ensinou-me, que embora existam meios pacíficos para resolver conflitos ou litígios, contudo, a contenda só termina quando alguém a vence.
As coisas são o que são: alguém tem de perder para que haja, pelo menos, alguém contente - o vencedor.
Nesta vida, cada vez mais competitiva e exigente, ninguém está disposto a abdicar, a transigir, a ceder para se chegar a a meio termo.
Para  a maioria, abdicar, transigir ou ceder, é admitir a derrota. 
E isso ninguém quer que aconteça...
Estão a ver os problemas que tenho enfrentado por não me conseguir transformar em mais um cínico?

Estar no meio de tudo - ou quase - tem contribuído para que, muitos hipócritas que eu conheço, tenham chegado mesmo a pensar que conseguem estar de bem com deus e com o diabo...
Como isso é tarefa para cínicos e hipócritas, quem não se sente bem, segue a sua vida, e afasta-se...
É bom para o estado das ideias de todos. 
Fartei-me de aturar ideias que andam por aí em muito mau estado...
E pronto. 

Sem comentários: