.

"Como todos sabem, há diversas modalidades de Estado. Os estados socialistas, os estados capitalistas e o estado a que chegámos" na Figueira.

domingo, 29 de agosto de 2010

A solidão política

Legenda: Esta foto, que pode ampliar, para ver melhor, clicando em cima, perfaz 25 anos no próximo dia 5 de Janeiro. Foi tirada, à porta da primeira sede provisória da Junta de Freguesia de São Pedro, que funcionou numa loja na Rua 9 de Outubro, no dia em que tomou posse o primeiro executivo.

Na política, o homem solitário, em comparação com os outros, vê melhor, ouve melhor, tem o dom do olfacto mais sensível, tem o dom do gosto mais subtil, palpa melhor.
Possui aptidões sensoriais mais afinadas, mais aguçadas, mais desenvolvidas – estou a escrever por experiência própria.
Porquê?...
Talvez, quem sabe, porque os seus dotes sensitivos e emotivos, expandindo-se pouco, não se gastam, acumulam sentimentos e emoções.
No homem solitário, o amor pela criação é mais intenso, mais exaltante, mais perspicaz, por isso mesmo mais gratificante.
O homem solitário, no geral, é um pobre.
Recusa a fantasia. Limita-se a viver na realidade.

1 comentário:

Olímpio disse...

Achei muito interessante o texto e a foto,mas discordo da sua solidão política e da sua inutil pobreza,Devia ter colocado em prática o seu saber político e eses valores em que acredita.Por outro lado a sua honestidade social e política poderia fazer escola e foi pena ninguém ter aproveitado o seu exemplo de cidadania,Sabe que escrevo com sentido e oportunidade,sobre o seu passado de honra,regeitando,isso sim,a pobreza destes políticos de merda e sem vergonha e falando do povo e das suas dificuldades.devemos partilhar com os outros os nossos parcos sentimentos na solidariedade,mesmo que seja um pedaço de nada,porque a solidão mata a alma e o viver.Abraço do barbeiro.