segunda-feira, 15 de março de 2010

Para já, o possível!...



Não a levaram a sério, em devido tempo, mas a Senhora já tinha avançado a ideia de “um intervalo de seis meses na democracia.”

Como no País não lhe deram troco, chegou o memento de iniciar a experiência, em versão mais mitigada... Em Mafra, por proposta de Santana Lopes, com o apoio de Manuela Ferreira Leite, líder em vigência do partido, foi aprovada a suspensão da democracia no partido durante 60 dias antes da realização de eleições.

Para já, é o possível, o resto segue dentro de momentos!... Para um partido democrático, não está nada mal não senhora, esta “lei da rolha”...

2 comentários:

O Belogue da Martinha Lacerda disse...

Oh meus ricos e queridíssimos sinhoris então o minino guerreiro com a bênção da sinhora Manuela resolveu lá por Mafra resolveu dizia eu impedir os militantes do PSD de se manifestarem negativamente sobre a direcção partidária nos sessenta dias que precedam eleições
Quer-se dizer se se manifestarem positivamente estão à vontade
Bamos lá meter ponto de ordem à mesa
durante dois meses o PSD autoriza a “asfixia democrática”, se for para dizer mal mas se for para dizer bem à vontade
Será que isto não é contra a constituição
Sim sinhora para quem tanto criticou a forma como os militantes do PCP elegiam os seus líderes isto é o cumulu da coerência
Obrigadinho PSD diria eu se fosse o socas

Guimaraes disse...

Como a vivência partidária tende a refletir a organização social e política que o partido defende, está-se mesmo a ver o que acontece se forem eleitos.
Porque será que me recorda um senhor primeiro-ministro que mandou evacuar uma praia para ir molhar os pés?