"Transportai um punhado de terra todos os dias e fareis uma montanha." - Confúcio

terça-feira, 19 de maio de 2009

Evolução na continuidade (II)

(Para ver melhor clicar em cima da foto)

Foi assim em 2005. Tudo indica que vai ser assim em 2009.
Francamente, nunca pensei que, cá pela Figueira, neste momento, se estivesse neste ponto.
Bateu-se no fundo: é o desnorte total.
Isto, pela Figueira está morto e petrificado.
Enquanto se aguardam as exéquias, aqueles senhores que se roçam pelas cadeiras do poder, vão-se entretendo a gastar os últimos trocos com mordomias.
O aumento de capital da FGT é disso o mais recente exemplo.
Cá pela minha parvónia, futura vila, com este meu povo exangue, triste e incapaz de vislumbrar um futuro que não seja o da mais medíocre miséria - aquela que assenta na mais entranhada das ignorâncias - as coisas são mais primárias, mais simples e mais lineares. Para os devidos fins eleitoralistas, um dia destes, faz-se uma festa para homenagear os antigos pescadores bacalhoeiros, com a inauguração do respectivo monumento numa rotunda (onde mais poderia ser?...) e abrem-se as casinhas do portinho da gala.
Claro: com a previsível festa e fogo-de-artifício, tendo em mira as eleições que se avizinham.
O PSD da Figueira Foz, senhor do seu papel, faz muito bem em patrocinar estas benfeitorias…
Entretanto, mais uma vez, o PS figueirense, por arrastamento, foi-se tornando refém da sua própria inércia e falta de estratégia politica para o concelho da Figueira da Foz, no geral, e para a freguesia de São Pedro, em particular.
Foi assim em 2005, tudo indica que vai ser assim em 2009.

1 comentário:

anamar disse...

Não sou má língua, mas há muito que falo do apodrecimento de uma terra que já foi Rainha!
Antes e durante anos , o poder local não estava nas mãos de figueirenses... e eu pensava que era por isso!
Da terra também nunca apareceu ninguém.... e quando apareceu... é o que é!!!
Tenho pena!!!! Mas é o reflexo do país num mar que é um espelho do tamanho do mundo !
Saudaçôes !