segunda-feira, 27 de agosto de 2007

De governo para governo “vira o disco e toca o mesmo”...


(“Aumento da Despesa Pública com aumento de privilégios dos políticos, quer com a distribuição de lugares bem remunerados aos boys nos Institutos e outros Órgãos do Estado, empresas municipais ( e se não existirem órgãos que cheguem vão-se criando mais). Esta é mais uma medida no mesmo sentido e na mesma lógica.”)

“Num tempo em que se fala de poupar o PS fez aprovar uma reforma do estatuto de deputado que cria a figura do assistente do deputado...”
Mas, “para que servirá a muitos deputados terem assistentes se muitos deles não passam eles próprios de assistentes?”

1 comentário:

António Agostinho disse...

Para um anónimo deselegante...

A citação da fonte está lá todinha.... jumento