quinta-feira, 9 de agosto de 2007

Mudanças


Ao longo dos anos muita coisa tem mudado nesta Terra.

No plano associativo, mudou-se daqui para aqui.

No plano educacional, mudou-se daqui para aqui.

Mas, o homem, já o escreveu Alexandre Herculano no século XIX, “é mais propenso a contentar-se com as ideias dos outros, do que a reflectir e a raciocinar”.
Portanto, mudou-se natutalmente daqui para aqui.

5 comentários:

Vanessa disse...

Excepcional e simplesmente fenomenal.
Parabéns aos bloguistas pelo post!
Há mudanças que são para bem, outras...
sem comentários!

Anónimo disse...

Mais vale só que mal acompanhado.
Só mas em grande.

António Agostinho disse...

Parte (apenas uma pequena parte...) de um dos muitos comentários que os cromos não desistem de enviar:

“Sempre aparece cada esdruxula a comentar, que uma pessoa até fica com azia.”

Meu caro anónimo:
A azia é apenas um sintoma.... Dores de estômago, desconforto, náuseas e enfartamento são sintomas comuns a grande parte da população portuguesa. Se é frequente ter estas queixas, provavelmente sofre é de dispepsia...
Mas note bem:
Isto é um tasco caseiro a viver das idiossincrasias do cozinheiro. Teme-se muita gente à mesa e não se faz negócio nesta casa.

PS- Já agora, para não o fazer muito tempo, pois é muito trabalhador ao contrario de outros, explico o que é dispepsia:

«O termo é algo geral em termos de sintomas. Ou seja, dispepsia vem do grego, quer dizer má digestão e é uma síndrome que engloba vários tipos de queixas. As mais sugestivas são a chamada dor abdominal, a dor epigástrica – na zona que as pessoas referem como sendo a do estômago –, as náuseas e o abdómen distendido.»

Enfim, uma série de perturbações digestivas que originam a sensação de desconforto ou mal-estar no doente.

Mas estas são as sensações ditas «normais» num doente que sofra de dispepsia, podendo, no entanto, haver outra sintomatologia.

«Existem depois algumas manifestações atípicas, que são englobadas no termo dispepsia. Desde as pessoas que sentem saciedade precoce, que têm um enfartamento fácil, isto é, dizem que comem pouca quantidade e ficam logo enfartadas; até às pessoas que sentem ardor ou sensação de queimadura, ou seja, aquilo a que chamam azia».

Anónimo disse...

Donc?
Cromagnon?
Quelle intélectualité!

amordemadrugada disse...

Txi
Que ganda lição de anatomia
lol