Ernest Hemingway: «Um homem pode ser destruído mas não vencido.»

domingo, 15 de julho de 2007

O que existe na outra margem?...

O que existe na outra margem, para além do nevoeiro?
Eis o mistério, envolvente e desconhecido, de não sabermos o que existe para lá da ponte, na outra margem do rio da vida. Mas, esse denso mistério, que vitaliza e revigora a nossa existência, já que a causa dos princípios que defendemos é quase sempre baseada no virtualismo daquilo em que acreditamos, que embora nunca a tenhamos visto, tocado ou experimentado, cremos ser justa e verdadeira.
Foi essa sede de desvendar esse desconhecimento, que lançou o Homem na conquista do mundo que o rodeava, construiu as civilizações e partiu à descoberta de si mesmo...
Esta última, aliás, ainda por realizar!...
A coragem e a audácia, sem medo do risco e sem temer a escuridão na outra margem da ponte, é que criou os heróis do nosso passado.
Os visionários que “deram novos mundos ao mundo”.

Sem comentários: