quarta-feira, 17 de outubro de 2018

Testemunha de um crime...



... um filme de João Traveira

Leslie derruba Comandante dos Bombeiros Municipais da Figueira da Foz

O coordenador operacional municipal da Protecção Civil da Figueira da Foz apresentou demissão.
O Presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz, João Ataíde, aceitou o pedido de cessação da comissão de serviço do Comandante dos Bombeiros Municipais da Figueira da Foz, Nuno Osório. 

O pedido de cessação de funções surge na sequência das notícias tornadas públicas relativas aos acontecimentos da noite de 13 de outubro, com a passagem da tempestade Leslie pelo Concelho da Figueira da Foz. Este responsável operacional justifica o seu pedido com a determinação em não desgastar a Autarquia e o Município da Figueira da Foz, num momento em que a união de esforços é essencial para recuperar dos danos provocados pela intempérie, e a necessidade de poder livremente exercer o direito à defesa da honra, considerando que «nunca esteve em causa o comando e o controlo da operação» e que a sua ausência por um período de três horas, por motivos familiares e de premência de um mínimo de descanso para manutenção das condições físicas e psicológicas necessárias indispensáveis à tomada de decisões nas horas seguintes, foi devidamente preparada e acautelada.
Por decisão do Presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz, sob a sua coordenação enquanto responsável municipal da Proteção Civil e coadjuvado pelo vereador do pelouro das Florestas, Miguel Pereira, as funções de comando serão interinamente asseguradas pelo 2.º comandante, Jorge Piedade, e pelo adjunto de comando, Carlos Pinto.

Via Notícias de Coimbra

O concelho da Figueira real 4 dias depois do Leslie...

Daqui

Nota de rodapé.
Isto é horrível, extremamente feio, horrendo, medonho, muito mau, péssimo... 
Numa palavra: insuportável.

Fundo de Emergência Municipal accionado em primeira linha em Condeixa a Nova


Via jornal AS BEIRAS

Como em matéria de Protecção Civil não percebo nada, vou dar, mais uma vez, a palavra a um especialista..(2)

Leslie. A praia invadiu a aldeia de Leirosa e ainda ninguém apareceu para ajudar

Um grupo de mulheres esteve durante a segunda-feira a tirar areia da capela da Leirosa
(Foto: PEDRO AGOSTINHO CRUZ)
As ruas estão cobertas de areia. Um poste de alta tensão caiu sobre as casas, não há rede, água ou luz. Dias depois, Leirosa está como se o furacão tivesse acabado de passar. "Não temos ninguém."
Uma grande reportagem no OBSERVADOR, de Carolina Branco, com fotos de Pedro Agostinho Cruz a não perder.