.

"Como todos sabem, há diversas modalidades de Estado. Os estados socialistas, os estados capitalistas e o estado a que chegámos" na Figueira.

sábado, 24 de setembro de 2016

Da série os nossos comentadores merecem ser citados

"Não tive oportunidade de comentar um excelente texto, do autor deste espaço, intitulado: A um ano das autárquicas de 2017
O texto é bem estruturado e objectivo. 

Na verdade, o Dr Ataíde não precisa do PS para nada. É o auto proclamado candidato.
O PS estrebucha; faz-se de zangado e amuado, mas tem que engolir o candidato e a sobremesa. Sobremesa? Claro. Ou os srs do PS pensam que vão dar opinião na lista. No mínimo até ao quarto elemento, serão escolhas pessoais e de confiança do Dr Ataíde. 

Há muito em jogo, e perder uma Câmara significa arriscar a liderança da Associação Nacional dos Municípios. E, até parece que não tem nada a ver, mas o PS até pode correr o risco de perder Coimbra… E caso não perca, um dia, um dia, o Dr Ataíde até poderá ser um bom candidato à sucessão de Miguel Machado. Conjunturas? Ideias tolas? Ainda não pago imposto para congeminar… 

Mas volto ao texto e ao elencar das ideias óbvias, como diz o autor. Na verdade, a pergunta objectiva é feita “depois de praticamente 7 anos no poder, continua a não se lhe conhecer uma ideia estruturante sobre e para a Figueira e o concelho”. Apenas e só mais um a quem a Figueira ajudou a promover. 

O PSD, já entendeu, percebeu, compreendeu que vai “marinar”. Miguel Almeida dá de frosques e vai a termas. O candidato de serviço tentará ser o recandidato, passados 4 anos? Não faço ideia e estou-me nas tintas.

O que sei é continuamos todos a ver o poder imobiliário transformar a cidade em “De parque verde a retail park...”."

Sem comentários: