.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Profetas da Figueira... (5)

“Não é entendível, por exemplo, que o Paião disponha de um plano de urbanização e a gestão urbanística  das Alhadas se faça pelo PDM quando ambas, por definição, se encontram ao mesmo nível na hierarquia urbana.
A montante deste processo, evidencia-se a necessidade da aprovação do plano estratégico que clarifique os objectivos e os caminhos que o concelho há-de tomar.
É portanto bem-vinda a recente decisão de suspender os planos de urbanização da Praia de Quiaios-Murtinheira, por obsoleto, e o plano de pormenor do Bairro Novo, assente em cadastro errado, ambos a exigir grande esforço na gestão urbanística.
Queremos acreditar estar na presença de vontade de alterar aqueles que têm sido os comportamentos nos últimos anos. É muito o trabalho que nesta área a Câmara tem que desenvolver, a começar pela concretização do plano estratégico e das revisões do PDM e do PU da zona urbana.
Deseja-se que a recente deliberação seja apenas o início dos ciclópicos trabalhos que sobre o assunto haverá que desenvolver.
Para já, os  sinais são positivos”.

Daniel Santos, engenheiro civil, hoje no jornal AS BEIRAS.

Sem comentários: