Ernest Hemingway: «Um homem pode ser destruído mas não vencido.»

quarta-feira, 16 de agosto de 2006

Choveu

Foto: PEDRO CRUZ


Esta noite choveu.
Chuva fraca. Útil. Preciosa.
Será que os incêndios vão descansar?
Choveu esta noite.
Ainda não aquela chuva que apetecia. Chuva que lavasse o Largo da Capela, as ruas, as paredes.
Choveu... Chuva fraca. Útil. Preciosa.
Será que vai ser suficiente para levar a poeira que não foi arrastada pelo vento?
Será que as praias vão ficar lavadas?
Eu estava acordado e sei: esta noite choveu.
Nem deu para lavar os vidros, mas choveu esta noite...
Houve um certo ar de romantismo de Outono! ...
Mas ainda é cedo para ter saudades do Verão! ...
É Verão, mas esta noite choveu!...
Eu sei, estava acordado.
Chuva fraca. Útil. Preciosa. Mas, choveu esta noite.
Será que vem aí alguma tempestade?

2 comentários:

Anónimo disse...

É para arrefecer os ânimos...
Também é preciso ....

Anónimo disse...

Esta noite choveu e as ruas alagadas...
...E ainda estamos no Verão... Quando chegar o Inverno temos de alugar uma canoa, pois as sarjetas nunca são limpas... O melhor é comprar um par de galochas para me prevenir...
...E mais, acho que vou ter de andar com o champô na mão pois cada vez que chove muito levo um valente banho...