.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

sábado, 23 de novembro de 2013

Exposição, na Sociedade de Geografia de Lisboa, sobre o "Barco-do-Mar"

Organizada pelo  Arq. Carlos Mateus de Carvalho (do Conselho Consultivo e Científico do CEMAR-Centro de Estudos do Mar) e no âmbito da celebração do Dia Nacional do Mar 2013 (Praia de Mira e Sociedade de Geografia de Lisboa), foi inaugurada no dia 19.11.2013, encontrando-se desde então patente em Lisboa no edifício da SGL (Rua das Portas de Santo Antão, 100), uma exposição alusiva ao "Barco-do-Mar", ou "Barco-da-Arte", o barco de pesca tradicional utilizado na "Arte" (actualmente designada "Arte-Xávega"), e às variantes da sua decoração ao longo do litoral ocidental português.
Estará patente ao público até ao dia 29 de novembro.
Esta embarcação, também designada por "barco-do-mar" ou "barco-da-arte", é utilizada por comunidades piscatórias na pesca de cerco e alar para terra (conhecida por arte-xávega) entre a Costa da Caparica e Espinho.
A mostra é constituída por um significativo conjunto de modelos de “barcos-de-mar” de coleções de diversas instituições.
A saber: o Museu de Marinha (Coleção Seixas) e o Centro de Estudos do Mar e de entidades particulares, Arq. Carlos Carvalho e Arq. Fernando Simões Dias; a mostra é enriquecida com desenhos ilustrativos de um estudo do Arq. Carlos Carvalho sobre as diferenças deste tipo de embarcação consoante a respetiva praia onde operam.

[do Programa do Dia Nacional do Mar 2013]

Sem comentários: