.

"Como todos sabem, há diversas modalidades de Estado. Os estados socialistas, os estados capitalistas e o estado a que chegámos" na Figueira.

domingo, 28 de julho de 2013

Jornalismo português

 Em mais uma manifestação que caracteriza o jornalismo português na actualidade, fica esta notícia:  “Português cruza-se com o Papa Francisco a caminho da casa de banho”.
Como se precisássemos de mais exemplos, os jornais portugueses, mesmo os ditos de referência, não deixam de nos surpreender todos os dias com manchetes sensacionalistas e pseudo-notícias destinadas apenas a vender mais papel. 
Desta vez, foi assim.
“João Silveira, um português actualmente a estudar Teologia em Roma, conseguiu chegar à fala com o Papa Francisco, na sexta-feira, de forma inusitada, durante as Jornadas Mundiais da Juventude que terminam este domingo no Brasil.
Conforme conta na rede social Facebook, o jovem dirigia-se à casa-de-banho, quando se deparou com "o Papa a falar numa sala com algumas pessoas". Depois destas terem saído a pedido dos seguranças, João Silveira conseguiu convencer estes últimos a deixarem-no ficar. Depois conseguiu chegar à fala com o chefe da igreja católica durante aquilo que lhe pareceu uma "eternidade".
O português diz que o Papa "é muito simpático" e "está mesmo atento ao que dizemos, parece que somos a única pessoa na sala", mas mantém o conteúdo da conversa "em segredo". "Ainda demorou algum tempo e ninguém me mandou calar", conta. Atribui à "providência divina" o encontro do qual gostou muito.”
E pronto.

Sem comentários: