"Transportai um punhado de terra todos os dias e fareis uma montanha." - Confúcio

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Câmara da Figueira: voltámos a 2007?..

Sem exageros, como já vimos aqui, numa apreciação realista  verificamos que a proposta do actual vereador socialista Carlos Monteiro, em 2011, para a viabilização da construção do necessário Centro Escolar de São Pedro é, pelo que veio a público, a ressurreição de uma proposta de 2007 do executivo municipal liderado pelo eng. Duarte Silva.
Sabemos que os construtores civis são quem continua verdadeiramente a mandar nas câmaras municipais. Na maioria dos concelhos, não há um único negócio com relevância económica que não passe pelas construtoras e suas associadas...
Mas que diabo, será que na Figueira aconteceu  a necessária mudança política no executivo, para que em 20011, apenas dois anos depois, tudo fique mais ou menos na mesma,  ao ponto de nos aproximar tanto de 2007?..
Recordemos, um post do então vereador socialista João Vaz, publicado em 16.4.2008 no seu blogue O Ambiente na Figueira da Foz.


“Segundo explicação do Executivo Camarário (Duarte Silva, Lídio Lopes, Teresa Machado, José Elísio) a crise financeira da autarquia deve-se ao preço do petróleo, à falta de compradores para terrenos da Câmara enfim, ...à "crise" em geral.
Aposta-se tudo na construção. Mais uma alienação de terreno foi aprovada na freguesia de São Pedro, ali junto à duna primária, numa cota (3,5 metros ?) quase ao nível do mar. O campo de futebol vai ser transformado (ver foto acima) em "equipamentos" para os moradores da zona. O terreno adjacente destina-se a construção urbana.
Zona de risco, aviso eu. O Presidente defende a sua decisão, não lhe parece que passe por ali um Tsunami... Pronto, está tudo dito, e viva o betão para viabilizar as finanças camarárias.
Pergunto eu para onde vamos ? Quem vai comprar tantas casas ? Quem as vai manter ? Que planos estratégicos sustentam o avanço da urbanização do território ?..
Poucas respostas....”


Será que o actual executivo PS, três anos depois, tem mais respostas?..

Sem comentários: