sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Centro Escolar de S. Pedro

Lido no Figueirense de hoje:
"A autarquia figueirense prepara-se para lançar a candidatura da construção do futuro Centro Escolar de S. Pedro, uma obra orçada em cerca de um milhão de euros e que poderá contar com um financiamento até 85% do seu valor. 
Financiamento e permuta de terrenos
O centro, orçado em cerca de um milhão de euros, será completado com a construção de um novo campo de futebol que, para além de receber as equipas do Cova-Gala, estará ao serviço da comunidade escolar. O projecto (somente na vertente escolar) poderá ser financiado pelas verbas do Quadro de Referência Estratégico Nacional até 85% do valor da obra.
Depois de se apontar para uma primeira localização, a autarquia figueirense decidiu avançar com o projecto nos antigos terrenos da fábrica Terpex. Para o efeito, decorrem negociações com um empresário do ramo imobiliário que, através de uma permuta de terrenos, poderá ver viabilizado um projecto de construção habitacional nos actuais terrenos do campo de futebol de S. Pedro, junto à orla marítima.”

Ora, esta é uma proposta já velha e conhecida     (ver jornal As Beiras de 10 de Dezembro de 2007).
“Em causa está “a permuta de um terreno de 25 mil metros quadrados na Cova/Gala, propriedade da Zume, Construções, Lda, do empresário José Pucarinho. Localiza-se perto da antiga fábrica Alberto Gaspar. A troca inclui duas áreas vizinhas, uma urbanizável de 15 mil metros quadrados (aquela a que a Bissaya Barreto se refere) e outra não urbanizável de 17 mil metros quadrados.
Saliente-se que a segunda parcela é o actual campo de futebol de S. Pedro, equipamento que vai ser desactivado, quando for construído um novo.”

Por agora, relembro apenas mais um pormenor.
 “Na área ocupada pelo actual campo de jogos,  só podem ser construídos equipamentos desportivos.”
Como é que se vai ultrapassar esta actual  limitação do PDM?

1 comentário:

João Catavento disse...

Caiu o pano que já estava roto...,mas já se conseguem perceber as verdadeiras intenções.
A construção do futuro Centro Escolar de S. Pedro,é uma boa notícia,é uma necessidade,a localização,parece-me também ser interessante,mas a troco de quê?