.

"Como todos sabem, há diversas modalidades de Estado. Os estados socialistas, os estados capitalistas e o estado a que chegámos" na Figueira.

terça-feira, 29 de junho de 2010

Uf, que alívio!...

Finalmente, alguém esclareceu a questão da escassez de marchas do concelho no desfile da noite de S. JOÃO.
“Para fazer face à herança de uma dívida que ronda os 90 milhões de euros e à diminuição das receitas, a “ministra” das finanças municipais (Vereadora Isabel Cardoso) advoga apenas um caminho a seguir: “contra o despesismo”, marchar, marchar.”
Portanto, se querem continuar a desfilar na Avenida, os dirigentes das colectividades do concelho da Figueira, “que saibam gerir os orçamentos”, que “trabalhem de borla” e que “metam dinheiro do seu bolso”.
Andavam mal habituados, é que é, pois segundo a “ministra” das finanças municipais, “os valores das marchas estavam empolados”. Na Figueira, as marchas de S. João, estão como o resto do País (exceptuando, é claro, alguns...): também estão abrangidas pelas medidas de austeridade.
Obrigadinho, Senhora “ministra” das finanças municipais, Vereadora Isabel Cardoso, pela carga que me tirou dos ombros.
Uf, que alívio!..

PS –
Não ficaria mal ao autor deste texto fazer como Passos Coelho.

1 comentário:

Martinha Lacerda disse...

concordo consigo, minino agostinho, não ficaria mal ao ruizito fazer como o passos coelho...
não lhe cairiam os parentes na lama...
apesar da figueira, ao que consta cá pelo porto, está bem composta dela....