.

#FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA. LAVE AS MÃOS. EVITE CONTACTOS. #FIQUE EM CASA.#FIQUE EM CASA.

domingo, 13 de junho de 2010

O passar dos anos, a autenticidade e a exigência

Há quem considere que o maior inimigo da amizade é o amor.
Até pode ser. Contudo, o amor tem um inimigo ainda muito maior, ainda muito mais poderoso, ainda muito mais mortal: a vida - especialmente se for longa.
São os dias longos. Os cada vez mais presentes problemas a nível profissional. As noites curtas. Os imensos amigos. A dedicação às colectividades. A paixão pela política. O comodismo em casa. O apelo dos dias com sol. A chatice dos dias com chuva. O incómodo dos dias frios. A ameaça das doenças. A falta de paciência que o tempo sempre acaba por trazer. A crise e a consequente falta de dinheiro. As confusões familiares. A descomunal carga fiscal. O aborrecimento das obras em casa. Nos tempos de hoje, o tempo imenso ocupado com a internet...
Como se vê, logo à partida, o amor tem quase tudo contra ele.
Sejamos optimistas, porém. Nem tudo está perdido.
Quando a amizade mantém apenas um inimigo poderoso, parece ter condições para conseguir sobreviver e perdurar pela vida fora.
O problema, digo-vos eu, que já tenho uma vida longa, é que não é bem assim!..
E, ainda bem, pois quer dizer que, com o passar dos anos, ficamos mais autênticos e exigentes.
Embora isso tenha custos, vale a pena pagar o preço.
Dorme-se tão bem!..

1 comentário:

maresia disse...

Ou então não se dorme nada!
Txi!
Abraço