terça-feira, 12 de setembro de 2006

Direito a ter opinião



..................................Foto: PEDRO CRUZ

O prestigiado democrata e notável figueirense, Dr. Luís Melo Biscaia, publicou recentemente no seu Blog, http://lugarparatodos.blogspot.com/, um interessante texto que, com a devida vénia, dado o seu interesse, passamos a transcrever:

"As críticas

Alguns não aceitam as críticas à sua acção seja ela qual for ainda que, em consciência saibam que são justas.E, para esses, ai dos que se atrevem a censurá-los.Logo os move um propósito de vingança, de perseguição mesmo, de invenções para colocar mal os que contra eles se manifestaram.Falta-lhes a humildade para aceitar as suas incorrecções, as suas condutas impróprias.Essa humildade, se existisse, devia, sim, levá-los a corrigir erros e, no futuro, a agir com seriedade e dentro das regras do melhor comportamento, seja cívico, político, profissional, pessoal e até familiar.Hoje, vai sendo mais normal, infelizmente, esquecer os bons princípios morais, humanos.É mais fácil, para alguns, deixar andar não tendo preocupações de correcção e de honestidade.E quando alguém, por palavras ou por escrito lhes chama a atenção para certas suas atitudes inaceitáveis, esses ficam no índex e bem podem esperar pela “ révanche” !Seja como for mesmo antevendo-se consequências desagradáveis nunca ninguém deve temer usar da crítica quando justa.É que, às vezes, a crítica faz reflectir e poderá até levar a uma emenda!Se assim fosse em todos os casos, como seria bom..."

Esta reflexão do Dr. Melo Biscaia faz pensar.
A bloguesfera veio colocar questões novas, na formação da chamada opinião pública.
Um novo fenómeno surgiu e baralhou a paz podre que existia.
Na Figueira, e em quase todos os concelhos do nosso País, apareceram blogues com liberdade de opinião, a assumirem-se como locais de discussão pública sobre os mais variados temas de interesse para a comunidade.
Os casos de sucesso, com as expectativas iniciais, até dos seus criadores, a serem largamente ultrapassadas, preocupam os poderes.
Blogues a assumirem-se como amplos espaços de debate, crítica ou simplesmente de opinião, sobre questões relacionadas com a comunidade local e a contribuírem para a reflexão de temas directamente ligados ao dia a dia das pessoas, são já muitos em Portugal.As pessoas, quando percebem que o Blog está apenas ao serviço da comunidade e, quando tal é possível, insere textos bens escritos, atentos e críticos e fotografias atractivas, aderem com facilidade.
A proliferação dos blogues vai continuar.
Por uma simples razão: os blogues são, claramente, veículos opinativos e informativos por excelência.
O mundo está mesmo a mudar.

19 comentários:

castelo de areia disse...

Além disso, com o apresamento da Imprensa escrita e falada pelo poder económico ou pelas influências do poder político, a blogoesfera é um reduto de liberdade de opinião de todo e qualquer cidadão.
Mesmo quando a coberto de anonimato, é uma forma nova de expressão individual, que deve ser estimulada pelos democratas.

Português Suave disse...

Ter opinião é um direito que a Constituição Portuguesa , concede a toda a gente.
Porém, duas coisas indicam fraqueza: calar-se quando é preciso falar; e falar quando é preciso calar-se.

Anónimo disse...

Sei, que o "Dr? Agostinho" conhece o "Castelo de areia"...Acho quie deve dizer neste espaço se concorda ou não com o que esse seu amigo escreveu.
Um abraço de um anónimo

Anónimo disse...

Estou admirado. Onde é que este pessoal vai fazer copiar/colar estas coisas?

conquilha disse...

ultima/fresquimha

o CASINO DA FIGUEIRA vai a partir de outubro com as salas de jogo para a cidade de COIMBRA!!!!!!!!
!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Não é carnaval, é uma noticia verdadeira,Pede informações a quem quiseres.
qualquer dia até o fernandes tomás levam.

Anónimo disse...

O espaço para os comentários, deveria ser um espaço de discussão aberta, para que os interessados em pronunciar-se, de forma civilizada e responsável, tivessem a possibilidade de discutirem entre si questões de interesse e actualidade.
Seria bom que todos os comentaristas tivessem responsabilidade, respeito, civismo e educação, pois só assim é possível a Liberdade.
O Dr? Agostinho deve ter uma paciência de jó ...........
Eu não teria nem um centésimo .............

zé dos percebos disse...

Em Terra de pescadores há quem não receia tempestades...
No entanto há quem receia blogues!!
força outra margem!!!

Anónimo disse...

No entanto há quem continue a semear ventos.
FORÇA OUTRA MARGEM.

Anónimo disse...

....

J. B. disse...

Poema pouco original do medo

O medo vai ter tudo
pernas
ambulâncias
e o luxo blindado
de alguns automóveis
Vai ter olhos onde ninguém o veja
mãozinhas cautelosas
enredos quase inocentes
ouvidos não só nas paredes
mas também no chão
no teto
no murmúrio dos esgotos
e talvez até (cautela!)
ouvidos nos teus ouvidos

O medo vai ter tudo
fantasmas na ópera
sessões contínuas de espiritismo
milagres
cortejos
frases corajosas
meninas exemplares
seguras casas de penhor
maliciosas casas de passe
conferências várias
congressos muitos
ótimos empregos
poemas originais
e poemas como este
projetos altamente porcos
heróis
(o medo vai ter heróis!)
costureiras reais e irreais
operários
(assim assim)
escriturários
(muitos)
intelectuais
(o que se sabe)
a tua voz talvez
talvez a minha
com a certeza a deles

Vai ter capitais
países
suspeitas como toda a gente
muitíssimos amigos
beijos
namorados esverdeados
amantes silenciosos
ardentes
e angustiados

Ah o medo vai ter tudo
tudo
(Penso no que o medo vai ter
e tenho medo
que é justamente
o que o medo quer)

O medo vai ter tudo
quase tudo
e cada um por seu caminho
havemos todos de chegar
quase todos
a ratos

Alexandre O'Neill

Anónimo disse...

Copiar/Colar.
Assim não custa nada. É viver à custa do trabalho dos outros.
A caca do costume. Rendimentos mínimos, etc.etc.

J. B. disse...

Oh Anonymous said...
13 Setembro, 2006 10:18

Se os nossos níveis de educação (princípios é escusado falar) continuam a roçar o sub-desenvolvimento, não é por incompetência, mas por visão estratégica dos sucessivos governos desde 1928.
O conhecimento é subversivo.
Uma Terra culta seria exigente, reivindicativa, disciplinada e intolerante para com a burla, o peculato, o abuso de poder, a censura, a arrogância, o pedantismo, próprio dos novos riquitos.
Isso, seria fatal para pessoas do seu nível ...

Tó (da Lota) disse...

Aquele anónimo tem razão.
A caixa de comentários não é para vir aqui colar poesias e outras mardas.`´E para comentar o post do blogueiro.
O JB Gostava que todos viessem aqui colar poesias, peças de teatro e o RDM?
Se não tens capacidade para tirar qualquer coisa da cabeça, dizes só "Olá, gostei, não gostei ,estou de acordo ou não. Fazias como a maioria dos inuteis que por aqui apareciam a comentar. Não tendo nada para dizer , não venhas con copianços sacados a outros e ainda por cima argumentando que isso é cultura. Até é. É a cultura do plágio. Enfim, o costume...

J. B. disse...

Oh tó (da lota)

Afinal não comentaste o post do blogueiro, pá! ...
Estás a perdes qualidades, pá ! ...
Vê – te ao espelho, pá ....
Por de trás de um espelho está sempre um bobo, pá! ...
És pandego, pá! ...
O que seria deste blog, sem um cromo como tu, pá? ...
Aparece sempre, pá! ...
És um bacano, pá ....
Entretanto, vai ver se esta a chover! ...

Anónimo disse...

"Sei, que o "Dr? Agostinho" conhece o "Castelo de areia"...Acho quie deve dizer neste espaço se concorda ou não com o que esse seu amigo escreveu.
Um abraço de um anónimo"

Intimidação subliminar...
Visando o emendar da critica.

A critica: "Além disso, com o apresamento da Imprensa escrita e falada pelo poder económico ou pelas influências do poder político ..."

Aqui está o exemplo de um titular da Imprensa VENDIDO e APRESADO, conforme e nos moldes em que a critica enunciava.

É esta a Imprensa que temos na Figueira.

castelo de areia disse...

Li e reli o comentário do anónimo de 14 Setembro 23.10. Com todo o respeito não entendo onde quer chegar e, se me permite, parte de pressuposto errado.
Mas, ok, a opinião é livre.

Anónimo disse...

Ordenemos então a ordem dos factores, para se tornar mais perceptivel...

A critica: "Além disso, com o apresamento da Imprensa escrita e falada pelo poder económico ou pelas influências do poder político ..."

A resposta imediata à critica: "Sei, que o "Dr? Agostinho" conhece o "Castelo de areia"...Acho quie deve dizer neste espaço se concorda ou não com o que esse seu amigo escreveu.
Um abraço de um anónimo"

Intimidação subliminar...
Visando o emendar da critica.
Aqui está o exemplo de um titular da Imprensa VENDIDO e APRESADO, conforme e nos moldes em que a critica enunciava.

É esta a Imprensa que temos na Figueira.

castelo de areia disse...

Lamento mas devo ser muito estúpido, pois continuo sem perceber. Quererá dizer que eu sou jornalista? Se é engana-se, porque sou professor há 24 anos e vivo apenas disso! Suponho que as agulhas estão trocadas, não?

Anónimo disse...

Não!
Refiro-me ao anónimo de 12 Setembro, 2006 17:53 e à sua (dele)pergunta " enviesada".

Peço desculpa pelo embaraço. Foi sem intenção.

A sua crítica é legítima e lúcida.