domingo, 8 de abril de 2007

X&Q32

2 comentários:

castelo de areia disse...

Estupendo, mais uma vez, o humor do Fernando Campos.

cfreitas disse...

Acrescento que já é assim desde os anos sessenta, quando os próprios próceres do regime, locais, subserveientes e obedientes deixaram de se bater pela "Rainha das Praias de Portugal". Quando o poder central e centralizador resolveu, tal como hoje, em circunscrever o dito "turismo de massas" ao Algarve a Figueira da Foz anichou-se na sua concha e ficou a viver de nostalgias espanholas e do que já havia sido. É pena!